Potencialidades da temática floresta sob um viés da educação ambiental (EA): um diagnóstico de professoras da educação básica

Potentialities of the forest themes under a bias of environmental education (EE): a diagnostic of teachers of basic education

  • Ana Lucia Olivo Moreira Universidade Estadual de Maringá
  • Anderson de Souza Moser Universidade Estadual de Maringá
  • Aline de Gregório Universidade Estadual de Maringá
  • Elocir Aparecida Correa Pires Universidade Estadual de Maringá
  • Fabiane Borges Pacanhela Universidade Estadual de Maringá
Publicado
2019-10-11

Este artigo buscou investigar se professoras participantes de um projeto de extensão conhecem a Unidade de Conservação Parque do Cinquentenário (UCPC), suas concepções EA, bem como analisar as potencialidades de uma Unidade de Conservação (UC) para o trabalho dos conhecimentos específicos disciplinares na interface com a EA. Esta pesquisa qualitativa é também de cunho exploratório, pois visou captar as informações gerais sobre o assunto utilizando um questionário. Participaram da investigação seis professoras das áreas de Ciências, Biologia, Geografia e Artes de um colégio estadual de Maringá-PR. Dentre elas, apenas duas apontaram conhecimento da UCPC. Não foram apresentadas concepções críticas sobre a EA e quanto à possível utilização de uma UC no ensino da EAC, pautaram-se em um entendimento pragmático e conservador sobre a EA. Dessa forma, a presente pesquisa reforça a necessidade de ações de qualificação docente voltadas a EA, contribuindo assim, para a superação da visão naturalista/conservadora para uma visão socioambiental/crítica da EA. Evidenciamos que as UC como o UCPC podem ser ferramentas potenciais para o levantamento de problemáticas de cunho ambiental, discussões, investigações e resolução de problemas, desde que sejam proporcionados aos professores subsídios teóricos e práticos sobre o tema

Palabras clave: Conservation Unity, Teaching Practice, Pedagogical Innovation, Critic Environmental Education, Continuous Teacher Qualification (en)
Unidade de Conservação, Prática Docente, Inovação Pedagógica, Educação Ambiental Crítica, Formação Continuada de Professores (pt)
Bardin, L. (2011). Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70
Bogdan, R. C.&Biklen, S. K. (1994). Investigação qualitativa em educação. Tradução Maria João Alvarez, Sara Bahia dos Santos e Telmo Mourinho Baptista. Porto: Porto Editora.
Brasil. (1999). Lei n. 9795 - 27 de abril de 1999. Dispõe sobre a educação ambiental. Política Nacional de Educação Ambiental. Brasília.
Brasil. (1997). Parâmetros Curriculares Nacionais: meio ambiente: saúde. 3ª ed. Brasília: MEC/SEF.
Carvalho, I. C. M. (2004). Educação ambiental: a formação do sujeito ecológico. 4 ed. São Paulo: Cortez.
Cerati, T. M. &Lazarini, R. A. M. (2009). A pesquisa-ação em educação ambiental: uma experiência no entorno de uma unidade de conservação urbana. Ciência & Educação, v.15, n.2, p. 383-392.
GIL, A. C.(1989).Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas.
Gil-Pérez, D. (2001). Orientações didáticas para a formação continuada de professores em ciências. In: Menezes, L. C. (Org.). (2001). Formação continuada de professores de ciências: no âmbito ibero-americano.2ª ed. Campinas, SP: Autores Associados; São Paulo, SP: Nupes, p.71-81. (Coleção formação de professores).
Guimarães, M. (2004). A formação de educadores ambientais. Campinas: Papirus.
Krasilchik, M. (2000). Reformas e Realidade: o caso do ensino de Ciências. São Paulo em Perspectiva, v. 14, n. 1, p. 85-93.
Layrargues P. P. (2012). Para onde vai a educação ambiental? O cenário político-ideológico da educação ambiental brasileira e os desafios de uma agenda política crítica contra-hegemônica. Revista. Contemporânea de Educação, Rio de Janeiro, v. 7, n. 14, p.398-421.
Layrargues, P. P & Lima, G. F. C. (2014). As macrotendências político-pedagógicas da educação ambiental brasileira. Ambiente & Sociedade, São Paulo v. XVII, n. 1, p.
Moser, A. S.; Gregório, A & Moreira, A. L. O. R. (2018). Recursos didáticos: uma análise das publicações do Encontro Paranaense de Educação Ambiental. Anais...VI SINECT – Simpósio Nacional de Ensino de Ciência e Tecnologia, 1-12.
Munhoz, R. H &Knüpfer, R. E. N. (2017). Educação Ambiental Crítica: algumas dimensões e sua epistemologia. Anais... XI Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências – XI ENPEC, 1-8.
Reigota, M. (1995). Meio Ambiente e Representação Social. São Paulo: Cortez. 87p.
Scortegagna, A & Negrão, O. B. M. (2005). Trabalhos de campo na disciplina de Geologia Introdutória: a saída autônoma e seu papel didático. Terra e Didática, Campinas, v. 1, n. 1, p. 36-43.
Selem, S.L. O. 2014). Trilha Interpretativa como Instrumento para Educação Ambiental: Estudo no entorno do parque do cinquentenário. (Dissertação de mestrado). Maringá.

APA

Olivo Moreira , A. L. ., de Souza Moser, A. ., de Gregório, A. ., Aparecida Correa Pires , E. . . y Borges Pacanhela, F. . (2019). Potencialidades da temática floresta sob um viés da educação ambiental (EA): um diagnóstico de professoras da educação básica. Bio-grafía, 958–969. https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/bio-grafia/article/view/10997

ACM

[1]
Olivo Moreira , A.L. , de Souza Moser, A. , de Gregório, A. , Aparecida Correa Pires , E. y Borges Pacanhela, F. 2019. Potencialidades da temática floresta sob um viés da educação ambiental (EA): um diagnóstico de professoras da educação básica. Bio-grafía. (oct. 2019), 958–969.

ACS

(1)
Olivo Moreira , A. L. .; de Souza Moser, A. .; de Gregório, A. .; Aparecida Correa Pires , E. . .; Borges Pacanhela, F. . Potencialidades da temática floresta sob um viés da educação ambiental (EA): um diagnóstico de professoras da educação básica. Bio-grafía 2019, 958-969.

ABNT

OLIVO MOREIRA , A. L. .; DE SOUZA MOSER, A. .; DE GREGÓRIO, A. .; APARECIDA CORREA PIRES , E. . .; BORGES PACANHELA, F. . Potencialidades da temática floresta sob um viés da educação ambiental (EA): um diagnóstico de professoras da educação básica. Bio-grafía, [S. l.], p. 958–969, 2019. Disponível em: https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/bio-grafia/article/view/10997. Acesso em: 22 feb. 2024.

Chicago

Olivo Moreira , Ana Lucia, Anderson de Souza Moser, Aline de Gregório, Elocir Aparecida Correa Pires, y Fabiane Borges Pacanhela. 2019. «Potencialidades da temática floresta sob um viés da educação ambiental (EA): um diagnóstico de professoras da educação básica». Bio-grafía, octubre, 958-69. https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/bio-grafia/article/view/10997.

Harvard

Olivo Moreira , A. L. ., de Souza Moser, A. ., de Gregório, A. ., Aparecida Correa Pires , E. . . y Borges Pacanhela, F. . (2019) «Potencialidades da temática floresta sob um viés da educação ambiental (EA): um diagnóstico de professoras da educação básica», Bio-grafía, pp. 958–969. Disponible en: https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/bio-grafia/article/view/10997 (Accedido: 22 febrero 2024).

IEEE

[1]
A. L. . Olivo Moreira, A. . de Souza Moser, A. . de Gregório, E. . . Aparecida Correa Pires, y F. . Borges Pacanhela, «Potencialidades da temática floresta sob um viés da educação ambiental (EA): um diagnóstico de professoras da educação básica», Bio-grafía, pp. 958–969, oct. 2019.

MLA

Olivo Moreira , A. L. ., A. . de Souza Moser, A. . de Gregório, E. . . Aparecida Correa Pires, y F. . Borges Pacanhela. «Potencialidades da temática floresta sob um viés da educação ambiental (EA): um diagnóstico de professoras da educação básica». Bio-grafía, octubre de 2019, pp. 958-69, https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/bio-grafia/article/view/10997.

Turabian

Olivo Moreira , Ana Lucia, Anderson de Souza Moser, Aline de Gregório, Elocir Aparecida Correa Pires, y Fabiane Borges Pacanhela. «Potencialidades da temática floresta sob um viés da educação ambiental (EA): um diagnóstico de professoras da educação básica». Bio-grafía (octubre 11, 2019): 958–969. Accedido febrero 22, 2024. https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/bio-grafia/article/view/10997.

Vancouver

1.
Olivo Moreira AL, de Souza Moser A, de Gregório A, Aparecida Correa Pires E, Borges Pacanhela F. Potencialidades da temática floresta sob um viés da educação ambiental (EA): um diagnóstico de professoras da educação básica. Bio-grafía [Internet]. 11 de octubre de 2019 [citado 22 de febrero de 2024];:958-69. Disponible en: https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/bio-grafia/article/view/10997

Descargar cita

Visitas

182

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.