Concepções e práticas pedagógicas em educação ambiental dos professores do ensino fundamental de uma escola pública municipal brasileira

Conceptions and pedagogical practices in environmental education of teachers of fundamental education of a brazilian municipal public school

  • Marcia Regina Royer Universidade Estadual do Paraná
  • Mariana Ataides e Silva Sperandio Universidade Estadual do Paraná
Publicado
2019-10-11

Um dos seus principais objetivos da educação ambiental é formar um cidadão crítico para que possa modificar as condições do meio em que vive. No meio escolar, a educação ambiental principalmente na etapa do ensino fundamental I, precisa receber uma atenção especial, pois é o nessa etapa de formação que damos início na transformação da sociedade. Porém, temos um problema, nossos professores sabem como trabalhar a educação ambiental? Quais as suas concepções de educação ambiental e meio ambiente? Partindo dessa premissa, o objetivo desta pesquisa foi identificar as concepções dos professores municipais de uma cidade no noroeste do Paraná, Brasil, a respeito de meio ambiente e educação ambiental, além disso, como esta temática vem sendo trabalhada em suas práticas pedagógicas. Para o desenvolvimento deste estudo foi utilizado um questionário, respondido por sete professores. As respostas foram categorizadas e analisadas quantitativamente. Os resultados obtidos revelaram que a maioria dos professores avaliados têm visões naturalistas sobre a educação ambiental e meio ambiente, sempre vinculando ao termo natureza, ademais, não abordando que o ser humano faz parte deste. Com relação as práticas pedagógicas adotadas para estudar a temática ambiental, a maioria opta por trabalhar de forma interdisciplinar e as sugestões mais indicadas para desenvolver um bom trabalho é por meio de atividades práticas e visitas técnicas. Diante desta situação, imbuídos pelo desejo de minimizar e reverter esse problema, entendemos que o estudo de conhecimentos da Educação Ambiental nos anos iniciais do ensino fundamental é uma condição sine qua non.

Palabras clave: Environmental education, elementary school, environment, learning (en)
Palabras clave: Educação ambiental, ensino fundamental, meio ambiente, aprendizagem (pt)
La descarga de datos todavía no está disponible.
Royer, M. R., & Ataides e Silva Sperandio, M. (2019). Concepções e práticas pedagógicas em educação ambiental dos professores do ensino fundamental de uma escola pública municipal brasileira. Bio-grafía, 926-935. Recuperado a partir de https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/bio-grafia/article/view/10991
Araújo, R. M., Gomes, F. P. & Lopes, A. O. B. (2012). Pesquisa em administração: qualitativa ou quantitativa? Revista Vianna Sapiens, 3 (1), 151-175.

Bagliano, R. V., Alcântara, N. R. & Baccaro, C. A. D. (2012) Conceituação histórica e fundamentação da educação ambiental pelo mundo e no Brasil. Caderno meio ambiente e sustentabilidade. Ano 1, (1), 94-108.

Brasil. (2012). [Ministério da Educação]. Proposta de Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Ambiental. Brasília. Recuperado em 15 de abril de 2019 de http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/publicacao13.pdf.

Brasil. (1999). Lei no. 9.795, de 27 de abril de 1999. Dispõe sobre a educação ambiental, institui a Política Nacional de Educação Ambiental e dá outras providências. Brasília. Recuperado em 22 de abril de 2019 de http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9795.htm.

Campos, S. X., Freire, L. I. F., Ramos, E. S., Martins, P. H. M. L., Jacumasso, S., Moreira, F., Erdmann, C. A., Oliveira, P. & Piovesan, J. V. (2010). Concepções de Professores sobre Meio Ambiente e Educação Ambiental e Suas Influências no Ensino de Química. In: XV Encontro de Ensino de Química. Brasília. Anais. Brasília.

Carvalho, A. M. P. & Gil Pérez, D. (2011). Formação de professores de Ciências tendências e inovações (10a ed.). São Paulo: Cortez.

Dias, G. F. (2010). Educação Ambiental: princípios e práticas (9a ed.). São Paulo: Gaia.

Gatti, B. A. (2010). Formação de professores no Brasil: características e problemas. Educação e Sociedade, 31 (113), 1355-1379.

Junior, N. M., Santos, L. A. & Jesus, L. M. S. (2016). Educação ambiental: Concepções e práticas pedagógicas de professores do ensino fundamental da rede pública e privada em Itabaina. Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, Volume Especial, 213-236.

Leal, A. L. (2002). A articulação do conhecimento químico com a problemática ambiental, na formação inicial de professores. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Medina, N. M. (2002). Formação de multiplicadores para a educação ambiental. In A. G. Pedrini, (Org.). O Contrato Social da Ciência, unindo saberes na Educação Ambiental. Petrópolis: Vozes.

Reigota, M. (2009). O que é educação ambiental (2a ed.). São Paulo: Editora Brasiliense.

Rossi, S. Q. & Leal, M. C. (2012) Entre projetos, disciplinas e outras modalidades: algumas reflexões em Educação Ambiental. Recuperado em 21 de fevereiro de 2019 de http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/viiienpec/resumos/R0017-1.pdf.

Sauvé, L. (2005). Educação Ambiental: possibilidades e limitações. Educação e Pesquisa, São Paulo, 31 (2), 317-322.

Trajber, R. & Mendonça, P. R. (Orgs). (2006). Educação na diversidade: o que fazem as escolas que dizem que fazem educação ambiental. Coleção Educação para Todos, Série Avaliação. Brasília, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade, 23 (6).

Wollmann, E. M., Soares, F. A. A. & Ilha, P. V. (2015). As percepções de educação ambiental e meio ambiente de professoras das séries iniciais e a influência destas em suas práticas docentes. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências. Santa Maria, 15 (2), 387-405.