Concepções de saúde nos projetos de curso da unijuí (BR) e da uminho (PT)

Conceptions of health in the courses of a brazilian university and a portuguese one

  • Gabriela Dallavechia PIBIC-CNPq
  • Maria Cristina Pansera-de-Araújo UNIJUI
Publicado
2019-10-11

A educação em saúde na formação inicial do professor é essencial, por isso propomos uma análise dos Projetos Pedagógicos de Curso de uma universidade brasileira e uma portuguesa. Para análise dos currículos, utilizou-se a ferramenta Atlas.ti7 (2015), usando as palavras chaves: saúde, educação para saúde, doença, prevenção de doenças, a fim de encontrar disciplinas com estes temas. Foram identificadas cinco disciplinas optativas, ofertadas em diferentes cursos, na universidade portuguesa, e, na brasileira uma obrigatória para todos os cursos e mais três optativas. Observamos que a universidade portuguesa aborda a saúde em diferentes espaços, numa perspectiva biopsicossocial, enquanto a disciplina obrigatória da universidade brasileira se organiza no modelo ecossociológico.

Palabras clave: Health Education, Teacher Training, Curriculum (en)
Palabras clave: Educação em Saúde, Formação de Professores, Currículo (pt)
La descarga de datos todavía no está disponible.
Dallavechia, G., & Pansera-de-Araújo, M. C. (2019). Concepções de saúde nos projetos de curso da unijuí (BR) e da uminho (PT). Bio-grafía, 1691-1701. Recuperado a partir de https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/bio-grafia/article/view/11153
ATLAS. TI. (2015). Disponível em: http://atlasti.com. Acessado em 17 de maio de 2018.

De Marco, M. A. (2006). Do modelo biomédico ao modelo biopsicossocial: um projeto de educação permanente. Rio de Janeiro: Revista Brasileira de Educação Médica, v. 30, n. 1, p. 60-72, jan. – abr., Quintero, M. del C. V. Tres Concepciones históricas del processo salud-enfermedad. Hacia Promoción de la Salus, v. 12, p. 41-50, 2007.
Dias, Sónia., Gama, Ana. (2014). Promoción da saúde: Evolução de um paradigma e desafios contemporâneos. Rev. salud pública. 16 (2): 307-317.
Moraes, Roque.; Galiazi, Maria do Carmo. (2011). Análise Textual Discursiva. Editora Unijuí. 3º edição.
Quintero, M. del C. (2007). V.Tres concepciones históricas del processo salud- enfermedad. Hacia promoción de la salud, v. 12, p.41 – 50.
UMINHO- Universidade do Minho. Disponível em: https://www.uminho.pt/PT. Acessado em 9 de maio de 2018.
UMINHO, Universidade do Minho. Plano de estudos. Disponível em: https://alunos.uminho.pt/EN/students/UMinho%20Electives%20201718/Opcao%20UMinho_ResumoUC_%202017_18_V3.pdf Acesso em 21 de jun. de 2018.
UNIJUÍ - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul. Disponível em: http://www.unijui.edu.br/. Acessado em 02 de maio de 2018.
Young, M. (2007). Para que servem as escolas?. Campinas, vol. 28, n. 101, p. 1287-1302.
Porta Mec. Saúde. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/livro092.pdf. Acessado em: 14 de agosto de 2019.