Raciocínio pluriescalar e construção relacional do espaço europeu na educação geográfica

Sérgio Claudino
Luís Filipe Gonçalves Mendes

Na cadeira de Geografia da Europa, do curso de Estudos Europeus da Universidade de Lisboa, desde 2012/13 tem sido solicitado aos alunos que, em pequenos grupos, identifiquem e caraterizem um espaço ou equipamento da cidade de Lisboa que nos remeta diretamente para a Europa (ex: Avenida Paris/cidade de Paris). Esta experiência, aqui brevemente relatada, é enquadrada na difícil tentativa de renovação do ensino superior associada ao “Processo de Bolonha” e, mais em particular, de inovação metodológica em Geografia. São desenvolvidas diversas reflexões em torno do meio urbano como potencializador do raciocínio pluriescalar e da construção relacional do espaço, através dos referenciais da glocalização ou da dialética local-global.

Claudino, S., & Gonçalves Mendes, L. (2015). Raciocínio pluriescalar e construção relacional do espaço europeu na educação geográfica. Anekumene, (6), 33-45. Recuperado a partir de http://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/anekumene/article/view/3400

Sérgio Claudino, Universidad de Lisboa, Portugal

É professor do Instituto de Geografia e Ordenamento do Território da Universidade de Lisboa e investigador do Centro de Estudos Geográficos. Coordena o Mestrado em Ensino de Geografia. Doutorado em Geografia, leciona Geografia da Europa e de Didática da Geografia. «Membro do Conselho Diretivo do «Geoforo- Foroa Iberoamericano de Educação, Geografia e Sociedade». Coordenador do Projeto «Nós Propomos! Cidadania e Inovação na Educação Geográfica»

Bado, S. (2009). Desafios da Geografia: A Cidade como Conteúdo Escolar no Ensino Médio. Porto Alegre: Instituto de Geociências da
Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Benejam, P. (1992). La didàctica de la geografia des de la perspectiva construtivista. Documents d’Anàlisi Geogràfica 21, pp.35-52.
Benejam, P. (1996). La didática de la geografia en el contexto del pensamiento de finales del siglo xx. La influencia del postmodernismo. IBER Didactica de las Ciencias Sociales, Geografia e Historia 9, pp.7-14.
Bento, I.; Cavalcanti, L. (2009). Saberes e práticas de professores de geografia referentes ao conteúdo cidade no cotidiano escolar.
10º Encontro Nacional de Prática de Ensino em Geografia,
Porto Alegre.
Berstein. S; Milza, P. (2007). História da Europa. Do século XIX ao início do século XXI. Lisboa: Plátano Editora.
Bordenave, J. D.; Pereira, A. M. (2005). Estratégias de Ensino-Aprendizagem. Petrópolis: Vozes.
Cachinho, H.; Reis, J. (1991). Geografia escolar: (re)pensar e (re)agir. Finisterra, 26(52), pp.429-443.
Cachinho, H. (2002). Geografia escolar: orientação teórica e praxis didática. Inforgeo, 15, pp.69-90.
Câmara, A. C.; Ferreira, C. C.; Silva, L. U.; Alves, M. L.; Brazão, M. M. et al. (2001). Geografia. Orientações Curriculares. 3º Ciclo. Lisboa: Ministério da Educação.
Canário, R. (1992). Inovação e Projecto Educativo de Escola. Lisboa: Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Lisboa.
Carlos, A. F. (1999). Apresentando a metrópole na sala de aula. Em Carlos, A. F. (eds.). A Geografia na Sala de Aula. São Paulo: Contexto.
Carvalho, R. (1986). História do Ensino em Portugal, desde a fundação da nacionalidade até o fim do regime de Salazar-Caetano. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.
Cavaco, C. (2004). Repensar Portugal na Europa. Perspetivas de um país periférico. Parte 1. Um Quadro Alargado e Global. Lisboa: Centro de Estudos Geográficos.
Cavalcanti, L. (1998). Geografia, Escola e Construção de Conhecimentos. São Paulo: Papirus.
Cavalcanti, L. (2008). A Geografia Escolar e a Cidade: Ensaios sobre o Ensino de Geografia para a Vida Urbana Cotidiana. São Paulo: Papirus.
Cavalcanti, L. (2012). O Ensino de Geografia na Escola. São Paulo: Papirus.
Claudino, S. (2001). Portugal através dos manuais escolares de Geografía. As imagens intencionais. Lisboa: Universidade de Lisboa. (mimeo)
Claudino, S. (2005). La nueva formación inicial de profesores de geografia en Portugal: preocupaciones y desafios. Didáctica Geográfica 7, pp.67-86.
Claudino, S. (2011). Ensino superior e Educação Geográfica em Portugal. Em Sicca, N. et al. (org.). Ensino Superior: Estudos sobre Currículo e Formação. Florianópolis: Insular.
Claudino, S. (2014). Escola, educação geográfica e cidadania territorial.
XIII Coloquio Internacional de Geocrítica, El control del espacio y
los espacios de control, Barcelona, 5-10 de mayo de 2014, http://
www.ub.edu/geocrit/coloquio2014/Sergio%20Claudino.pdf
Declaração conjunta dos Ministros da Educação europeus reunidos em Bolonha a 19 de Junho de 1999 (pol.)
Egan, K. (1992). O Desenvolvimemto Educacional. Lisboa: Dom Quixote.
Esteves, H. (2010). Os Percursos da Cidadania na Geografia Escolar Portuguesa. Lisboa: Instituto de Geografia e Ordenamento do Território da Universidade de Lisboa.
Gil, A.; Cachinho, H. (2011). O processo de Bolonha e as reformas curriculares da Geografia em Portugal. Em Santos, N.; Cunha, L.
(coord.). Trunfos de uma Geografia Activa: Desenvolvimento
Local, Ambiente, Ordenamento e Tecnologia. Coimbra: Imprensa
da Universidade de Coimbra.
González, R. M.; Donert, K (2014). Introduction. In R. M. González, K. Donert, Innovative Learning Geography in Europe: New Challenges for the 21st Century. Newcastle upon Tyne: Cambridge Scholars Publishing, pp. 1-5.
Harvey, D. (1973). Social Justice and the City. Athens: University of Georgia Press.
Hugonie, G. (1989). Enseigner la géographie actuelle dans les lycées. L’ Espace Geógraphique, 18(2), pp.129-133.
Hugonie, G. (1992). Pratiquer la géographie au collège. Paris: Armand Colin.
Hugonie, G. (1997). Les élèves de collège et de lycée et la notion de milieu. Bulletin de l’Association de Geographes Français, 74(3), pp.282-288.
Lacoste, Y. (2003). Dicionário de Geografia. Da Geopolítica às Paisagens. Lisboa: Teorema.
Massey, D. (1993). Power-geometry and a progressive sense of place. Em Bird, J. et al. (eds.), Mapping the Futures: Local Cultures, Global Change. Londres: Routledge.
Massey, D. (2005). For Space. Londres: Sage.
Ministério da Educação e Ciência (2003). Conferência de Ministros responsáveis pelo Ensino Superior. Comunicado, Berlim. (mimeo)
Moreno, O. M. (2013). Educación Ambiental y Educación para la Ciudadania desde una Perspectiva Planetária. Estudio de experiencias educativas en Andalucia. Sevilla: Universidad Pablo de Olavide. (mimeo)
Nillsen, R. (2004). Can the Love of Learning be Taught? Journal of University Teaching and Learning Practice, Vol I/1, pp.1-9. [Disponível em http://ro.uow.edu.au/cgi/viewcontent.cgi?article=1001&-context=jutlp ]
Oliveira, K. (2008). Saberes Docentes e a Geografia Urbana Escolar. Goiânia: Instituto de Estudos Sócio-Ambientais da Universidade Federal de Goiás.
Pinchemel, P. (1982). The aims and values of geographical education. Em Graves, N. (eds.). New Unesco Source Book for Geography Teaching. Paris: Longman. The Unesco Press.
Ribeiro, O. (1964). Problemas da Universidade. Lisboa: Livraria Sá da Costa.
Santos, L.; J. Cruz (1995). Guia de Recursos: A Escola e o Meio. Livro de Apoio ao trabalho de Professores e Alunos. Cadernos Correio Pedagógico. Porto: Edições Asa.
Soja, E. W. (2010). Seeking Spatial Justice. Minneapolis: University of Minnesota Press.
Souto González, X. M. (1998). Didáctica de la Geografía. Problemas sociales y conocimiento del medio. Barcelona, Ediciones del Serbal.
Spolaor, S.; Bolfe, S. (2011). Práticas pedagógicas para a construção dos conceitos de cidade, cidadania e meio ambiente no Bairro Perpétuo Socorro, Santa Maria – RS. II Encontro Estadual de Geografia e Ensino, Maringá.
Zabalza, M. (1992a). Planificação e Desenvolvimento Curricular na Escola. Colecção Perspectivas Actuais. Rio Tinto: Edições Asa.
Zabalza, M. (1992b). Do Currículo ao Projecto de Escola. Em Canário, R. (org.). Inovação e Projecto Educativo de Escola. Lisboa: Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Lisboa.
Zabalza, M. (2013). A docência no ensino superior e metodologias de avaliação. II Jornadas Pedagógicas da Escola Superior de Comunicação Social. Lisboa.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.
Didática da Geografia, Geografia da Europa, Raciocínio pluriescalar

Article Details