Formação de professores e educação ambiental: uma abordagem interdisciplinar na construção de saberes e fazeres docentes na Biologia e Geografia

  • Maria Cristina Ferreira dos Santos Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).
  • Caio Roberto Siqueira Lamego Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).
  • Nilza Joaquina Santiago da Cruz Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).
Publicado
2015-12-10

Os debates sobre o meio ambiente têm tido destaque nas últimas décadas, suscitando a reflexão sobre os problemas advindos do desenvolvimento e a necessidade de promoção de uma educação ambiental transformadora. O intuito desse trabalho é apresentar um relato de experiência de formação inicial e continuada de professores de Biologia e Geografia, em que a educação socioambiental é abordagem interdisciplinar na construção de saberes e fazeres docentes, no âmbito do subprojeto interdisciplinar PIBID/CAPES/UERJ– Campus São Gonçalo, no Rio de Janeiro, Brasil. O subprojeto se fundamenta na pesquisa-ação-participativa na educação ambiental, tendo sido realizadas ações como: elaboração de aulas sobre a temática ambiental, atividades de campo, palestras e oficinas, confecção de modelos e jogos didáticos e organização de eventos escolares. As ações envolveram estudantes de Licenciatura e professores de Biologia e Geografia no planejamento, discussão, reflexão e busca de práticas pedagógicas alternativas relacionadas à problemática socioambiental. A participação no subprojeto interdisciplinar tem instigado em licenciandos e professores reflexões sobre a relevância da interdisciplinaridade no cotidiano da escola. Além de favorecer a atualização dos professores em formação e exercício na educação básica, também contribui para a reflexão sobre os problemas socioambientais locais e globais, articulando teoria e prática na construção de uma cidadania ambiental e visão crítica de mundo. (Apoio Financeiro: CAPES)

La descarga de datos todavía no está disponible.
Maria Cristina Ferreira dos Santos, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).
Professora Adjunta da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Docente Permanente do Programa de Pós-graduação em Ensino de Ciências, Ambiente e Sociedade (PPGEAS) e do Programa de Pós-graduação de Ensino em Educação Básica (PPGEB) da UERJ. Coordenadora do Subprojeto Interdisciplinar PIBID/CAPES/UERJ – Campus São Gonçalo, Rio de Janeiro, Brasil; mariacristinaf@gmail.com
Caio Roberto Siqueira Lamego, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).
Professor de Ciências e Biologia da Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro (SEEDUC/RJ) e Supervisor do Subprojeto Interdisciplinar PIBID/CAPES/UERJ – Campus São Gonçalo, Rio de Janeiro, Brasil; caiolamego@oi.com.br
Nilza Joaquina Santiago da Cruz, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).
Professora de Geografia da Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro (SEEDUC/RJ) e Supervisor do Subprojeto Interdisciplinar PIBID/CAPES/UERJ – Campus São Gonçalo, Rio de Janeiro, Brasil; nilzasantiago@bol.com.br
Ferreira dos Santos, M. C., Siqueira Lamego, C. R., & Santiago da Cruz, N. J. (2015). Formação de professores e educação ambiental: uma abordagem interdisciplinar na construção de saberes e fazeres docentes na Biologia e Geografia. Bio-grafía, 993.1004. https://doi.org/10.17227/20271034.vol.0num.0bio-grafia993.1004

Augusto, T.G.S. & Caldeira, A.M.A. (2007) Dificuldades para implantação de práticas interdisciplinares em escolas estaduais apontadas por professores da área de ciências da natureza. Investigações em Ensino de Ciências, v. 12 (1), pp.139-154.

Brasil. CAPES. Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID). Recuperado de: <http://www.capes.gov.br/educacao-basica/capespibid> Acesso em: 25 jan 2014

Brasil. Agenda 21 Itaboraí COMPERJ. Recuperado de: http://www.agenda21comperj.com.br/sites/localhost/files/itaborai.pdf. Acesso em: 10 maio 2015.

Brasil. Decreto n. 6.755, de 29 de janeiro de 2009 - Institui a Política Nacional de Formação de Profissionais do Magistério da Educação Básica, disciplina a atuação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES no fomento a programas de formação inicial e continuada, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 30 jan. 2009.

Carvalho, A.M.P. & Gil-Pérez, D. (2000) Formação de professores de ciências. São Paulo: Cortez.

Diegues, A. C. S. (1992) O Mito moderno da natureza intocada. São Paulo, Ed. Hucitec.

Guimarães, M. (2007) Educação ambiental: participação para além dos muros da escola. In: Mello, S.S.& Trajber, R. (Org.) Vamos cuidar do Brasil: conceitos e práticas em educação ambiental na escola. Brasília: Ministério da Educação, Ministério do Meio Ambiente, Departamento de Educação Ambiental: UNESCO, pp. 85-9. Recuperado de: . Acesso em: 20 abr. 2015.

IBGE. Sinopse do Censo Demográfico 2010. s/.p., Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Rio de Janeiro, RJ, 2010. Recuperado de: http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/censo2010/tabelas_pdf/Rio_de_janeiro.pdf. Acesso em: 10 abril 2015.

Jacobi, P. (2003) Educação ambiental, cidadania e sustentabilidade. Cadernos de Pesquisa, 118 (3): pp. 189-205.

José, M. A. M. (2008) Interdisciplinaridade: as disciplinas e a interdisciplinaridade brasileira. In: Fazenda, I. (Org). O que é interdisciplinaridade? São Paulo: Cortez.

Lamego, C. R. S. & Santos, M. C. F. (2015) Percepções de alunos de uma escola pública sobre questões socioambientais em São Gonçalo, Rio de Janeiro. In: Anais de Resumos - IV Simpósio em Ensino de Ciências e Meio Ambiente do Rio de Janeiro. Volta Redonda, RJ. No prelo.

Loureiro, C.F.B. (2007) Educação ambiental crítica: contribuições e desafios. In: Vamos cuidar do Brasil: conceitos e práticas em educação ambiental na escola. Org.: Mello, S.S. & Trajber, R. Brasília: Ministério da Educação: UNESCO, 2007, pp. 65-72.

Marandino et al. (2009) Ensino de Biologia: histórias e práticas em diferentes espaços educativos. São Paulo: Cortez.

Scheibe, L. (2010) Valorização e formação dos professores para a educação básica: questões desafiadoras para um novo plano nacional de educação. Educação & Sociedade, 31 (112), pp. 981- 1000.

Secretaria de Ambiente de São Gonçalo (2011) Agenda 21- São Gonçalo. 172 p.

Tardif, M. (2006) Saberes docentes e formação profissional. Trad. Francisco Pereira. 7. ed. Petrópolis, RJ: Vozes.

Tozoni-Reis, M.F.C. (2008) Pesquisa-ação em educação ambiental. Pesquisa em Educação Ambiental, v. 3, n. 1, pp. 155-169.