A Gênese da Astrobiologia: Contribuições para o Ensino de Ciências

The Genesis of Astrobiology: Contributions to Science Teaching

La Genesis de la Astrobiología: Contribuciones a la Enseñanza de las Ciencias

Publicado
2022-11-13

Desde la antigüedad, la humanidad ha estado buscando explicaciones para comprender "¿Cómo comienza y evoluciona la vida?", "¿Hay vida en otras partes del Universo?" "¿Cuál es el futuro de la vida en la Tierra y más allá?" Estas antiguas preguntas son fundamentales para la Astrobiología, una ciencia en construcción que utiliza herramientas y procedimientos modernos para comprender los mecanismos de la vida, su origen y evolución, además de investigar la presencia de vida fuera de la Tierra. Así, este estudio presenta una historia de la génesis de la Astrobiología y señala sus contribuciones a la Enseñanza de las Ciencias. Con alto potencial en investigación, educación y difusión, además de la participación y colaboración de científicos de diferentes nacionalidades, la astrobiología combinada con la educación se ha mostrado como un destacado campo multidisciplinario e interdisciplinario.

Palabras clave: Astrobiology, History of Astrobiology, Science Education (en)
Astrobiología, Historia de la Astrobiología, Educación Científica (es)
Astrobiologia, História da Astrobiologia, Educação em Ciências (pt)

Barcelos, E. D. (2001). Telegramas para Marte: A busca científica de vida e inteligência extraterrestre. São Paulo: Jorge Zahar.

Blumberg, B. S. (2003). The Nasa astrobiology institute: early history and organization. Astrobiology, 3(3), 463-470.

Brasil. (2019). Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília.

Brennan, T. (2004). Astrobiology in the Classroom. Science Scope, 28(1), 45-47.

Costa, F. S. M. (2021). Uma jornada pela vida no cosmos: relato de experiência de ensino de astrobiologia na escola. Cadernos de Astronomia, 2(2), 142-152.

Chefer, C. (2020). Astrobiologia no contexto do ensino de ciências no Brasil: cosmovisões de pesquisadores e professores da área. Dissertação de mestrado. Programa de Pós-graduação em Educação para a Ciência e a Matemática, Universidade Estadual de Maringá, Paraná.

Des Marais, D. J., Walter, M. R. (1999). Astrobiology: exploring the origins, evolution, and distribution of life in the universe. Annual Review of Ecology and Systematics, (30), 397-420.

Domingues, I. (2005). Em busca do método. In: Domingues, I.. (Org.) Conhecimento e transdisciplinaridade II: aspectos metodológicos. Belo Horizonte: Editora UFMG.

Duarte, R T. D.; Ribeiro, C. G.; Pellizari, V. H. (2016). Vida ao extremo: A magnífica versatilidade da vida microbiana em ambientes extremos da Terra. In: Galante, D. (org.). Astrobiologia: Uma ciência emergente. São Paulo: Tikinet Edição, IAG/USP.

Ferreira, P. R.; Friaça, A. C. S. (2017). A astrobiologia como ferramenta para alfabetização científica e tecnológica. São Paulo: Editora USP.

Freire, P. (1997). Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra,

Galante, D. (org.). Astrobiologia: Uma ciência emergente. São Paulo: Tikinet Edição, IAG/USP.

Gomes, S. F. (2018). Astrobiologia: um tema integrador para o ensino de ciências. 144 p. Dissertação. Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ), campus Nilópolis, RJ.

Mello, G. P. de. (2016). Planetas habitáveis: Onde estão os lugares no Universo adequados ao nosso ou outros tipos de vida? In: Galante, D. (org.). Astrobiologia: Uma ciência emergente. São Paulo: Tikinet Edição, IAG/USP.

Nasa. (2021).The NASA Astrobiology Institute Concludes Its 20-year Tenure. Disponível em: https://astrobiology.nasa.gov/nai/ Acesso em: 15 set. 2021.

Paulino-Lima, I. G., Lage, C.A.S. (2010). Astrobiologia: definição, aplicações, perspectivas e panorama brasileiro. Bol. Soc. Astron. Bras., 29(1), 14-21.

Pereira, F. A. (1958). Introdução à astrobiologia. São Paulo: José Olympio.

Rodrigues, F., Galante, D., Avellar, M. G. B. (2016). Astrobiologia: Estudando a vida no Universo. In: Galante, D. (org.). Astrobiologia: Uma ciência emergente. São Paulo: Tikinet Edição, IAG/USP.

Rodrigues, F. et al. (2012). Astrobiology in Brazil: early history and perspectives. International Journal of Astrobiology, 11(4), 189-202.

Silva, L. M. A. da. (2018). Guia para o ensino de Astrobiologia na Amazônia: contextualizações para a educação básica. 206 f. Dissertação de Mestrado. Universidade de São Paulo, USP, SP.

Stanley, J. T. (2003). Astrobiology, the transcendent science: the promise of astrobiology as an integrative approach for science and engineering education and research. Curr. Opin. Biotechnol, 14(3):347-354.

Zaia, D. A. M., Zaia, C. T. B. V., Carneiro, C. E. A. (2016). Química prebiótica: A química da origem da vida. In: Galante, D. (org.). Astrobiologia: Uma ciência emergente. São Paulo: Tikinet Edição, IAG/USP.

APA

da Silva, I. D. y de Queirós, W. P. (2022). A Gênese da Astrobiologia: Contribuições para o Ensino de Ciências. Bio-grafía, 15(29). https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/bio-grafia/article/view/17704

ACM

[1]
da Silva, I.D. y de Queirós, W.P. 2022. A Gênese da Astrobiologia: Contribuições para o Ensino de Ciências. Bio-grafía. 15, 29 (jun. 2022).

ACS

(1)
da Silva, I. D.; de Queirós, W. P. A Gênese da Astrobiologia: Contribuições para o Ensino de Ciências. Bio-grafía 2022, 15.

ABNT

DA SILVA, I. D.; DE QUEIRÓS, W. P. A Gênese da Astrobiologia: Contribuições para o Ensino de Ciências. Bio-grafía, [S. l.], v. 15, n. 29, 2022. Disponível em: https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/bio-grafia/article/view/17704. Acesso em: 29 nov. 2022.

Chicago

da Silva, Ivone Delmiro, y Wellington Pereira de Queirós. 2022. «A Gênese da Astrobiologia: Contribuições para o Ensino de Ciências». Bio-grafía 15 (29). https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/bio-grafia/article/view/17704.

Harvard

da Silva, I. D. y de Queirós, W. P. (2022) «A Gênese da Astrobiologia: Contribuições para o Ensino de Ciências», Bio-grafía, 15(29). Disponible en: https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/bio-grafia/article/view/17704 (Accedido: 29 noviembre 2022).

IEEE

[1]
I. D. da Silva y W. P. de Queirós, «A Gênese da Astrobiologia: Contribuições para o Ensino de Ciências», Bio-grafía, vol. 15, n.º 29, jun. 2022.

MLA

da Silva, I. D., y W. P. de Queirós. «A Gênese da Astrobiologia: Contribuições para o Ensino de Ciências». Bio-grafía, vol. 15, n.º 29, junio de 2022, https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/bio-grafia/article/view/17704.

Turabian

da Silva, Ivone Delmiro, y Wellington Pereira de Queirós. «A Gênese da Astrobiologia: Contribuições para o Ensino de Ciências». Bio-grafía 15, no. 29 (junio 22, 2022). Accedido noviembre 29, 2022. https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/bio-grafia/article/view/17704.

Vancouver

1.
da Silva ID, de Queirós WP. A Gênese da Astrobiologia: Contribuições para o Ensino de Ciências. Bio-grafía [Internet]. 22 de junio de 2022 [citado 29 de noviembre de 2022];15(29). Disponible en: https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/bio-grafia/article/view/17704

Descargar cita

Visitas

7

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.