ENSINO DE BIOLOGIA EM INTERFACES COM A ETNOECOLOGIA E/OU A AGROECOLOGIA: UM LEVANTAMENTO DAS PRODUÇÕES BRASILEIRA

  • Emanuele Maria Leite Suzart Universidade Estadual de Feira de Santana
  • Geilsa Costa Santos Baptista Universidade Estadual de Feira de Santana
Publicado
2021-11-30

O presente estudo tem como objetivo mapear as produções científicas sobre o Ensino de Biologia em interfaces com a Etnecologia e/ou Agroecologia, publicados no lapso temporal entre 2009 e 2018, no contexto brasileiro. Para a escrita desse trabalho, foram analisados estudos publicados em anais do CBA, SNEE, ENEBIO, ENPEC e aqueles disponíveis na plataforma de periódicos da CAPES e do Google Acadêmico. Nos resultados, foram apontados doze estudos que compõem o corpus de análise, assim como os tipos de investigações desenvolvidas nas pesquisas. Neste sentido, concluiu-se que há uma predominância de produções empíricas de abordagem qualitativa e pouca ênfase em pesquisas bibliográficas.

Palabras clave: Conhecimento científico escolar; Conhecimento ecológico local; Diversidade cultural; Ensino (pt)

Almeida, H. A. de, Borges, A. K. M., Silva, A. P. da, Ramos, O. M. B., & Marques, R. S. (2016). Etnoecologia em sala de aula: os entraves para integrar conhecimentos tradicionais ao conhecimento científico. 1º Congresso Internacional da Diversidade do Semiárido (I CONIDIS), Anais [...] Campina Grande, Paraíba, Brasil.

Almeida, D. C. de, Ferreira, L. B., & Ferreira, I. H. B. (2016). PRP: jogo de tabuleiro para o ensino de ciências, uma nova perspectiva sobre ecologia e agronomia na educação na visão de duas turmas de formação de professores. Cadernos de Agroecologia, 11(2).

Baptista, G. C. S. (2010) Importância da demarcação de saberes no ensino de ciências para as sociedades tradicionais. Ciência & Educação, 16(3), 679-694.

Baptista, G. C. S. (2015). Contribuições da etnobiologia para o ensino aprendizagem de ciências. Curitiba: Appris.

Bardin, L. (2006). Análise de Conteúdo. Lisboa: Edições 70.

Bogdan, R., & Birklen, S. (1994). Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Porto: Porto Editora.

Brandão, J. D. (2016). Etnoecologia e candomblé: contribuições para agroecologia. Cadernos de Agroecologia, 10 (3).

Caporal, F. R., Costabeber, J. A., & Paulus, G. (2011). Agroecologia: matriz disciplinar ou novo paradigma para o desenvolvimento rural sustentável. In F. R. Caporal, & E. O. Azevedo (Orgs.). Princípios e Perspectivas da Agroecologia (pp. 45-80). Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Paraná – Educação à Distância.

Cardoso, T. M. (2009). Manejo da agrobiodiversidade na agricultura indígena de corte e queima do baixo rio Negro, Amazonas, Brasil. Cadernos de Agroecologia, 4(1).

Cobern, W. W. (1996). Constructivism and non-western science education research. International Journal of Science Education, Routledge, 18(3), 295-310.

Cobern, W. W., & Loving, C. C. (2001). Defining “science” in a multicultural world: implications for science education. Science Education, New York, 85(1), 50-67.

Creswell, J. W. (2007). Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. Porto Alegre: Artmed.

Fonseca, G. da. (2014). Horticultura urbana como ferramenta interdisciplinar de ensino de Biologia e Gestão Ambiental para jovens técnicos. 3º Encontro Senac de Conhecimento Integrado: empreendedorismo, inovação e mercado de trabalho, São Paulo, Brasil.

Fonseca, G. da. (2014). Percepções de estudantes do curso técnico em administração integrado ao ensino médio sobre o uso de práticas em agroecologia urbana no ensino de biologia e gestão ambiental. Góndola, Enseñanza y Aprendizaje de las ciencias, 9(2), 79-96.

Gil, A. C. (2002). Como elaborar projetos de pesquisa (Vol. 4). São Paulo: Atlas.

Gliessman, S. R. (2000). Agroecologia: processos ecológicos em agricultura sustentável. Ed. da Univ. Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS.

Guhur, D. M. P., & Toná, N. (2012). Agroecologia. In R. S. Caldart, I. B. Pereira, P. Alentejano, & G. Frigotto (Orgs.). Dicionário da educação no campo. Rio de Janeiro, São Paulo: Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, Expressão Popular (pp. 59-67).

Hentges, A. (2016). A diversidade cultural como princípio pedagógico na formação de professores. Revista Thema, 13(3), 88-93. Recuperado de http://revistathema.ifsul.edu.br/index.php/thema/article/view/359

Leff, E. (2002). Agroecologia e saber ambiental. Agroecologia e Desenvolvimento Rural Sustentável, 3 (1), 36-51.

Lisovski, L. A., & Coan, C. M. (2016) As histórias em quadrinhos como potencialidade para trabalhar a agroecologia na escola e na licenciatura em educação do campo. Revista de Ensino de Biologia da associação Brasileira de Ensino de biologia (SBENBio), 9, 7542-7552

Lüdke, M., & André, M. E. D. A. (2015). Pesquisa em Educação: abordagens qualitativa. Rio de Janeiro: EPU.

Mariano, D. L. S., Melo, J., & Lemos Jr, I. (2013). O ensino de Sucessão Ecológica através de conceitos Agroecológicos em Sistemas Agroflorestais (SAF’s). Scientia Plena, 9(9).

Marques, J. G. W. (2001). Pescando pescadores: ciência e etnociência em uma perspectiva ecológica. São Paulo: NUPAUB/Fundação Ford.

Martins, K. V., Baptista, G. C dos S., & Almeida, R. O. de. (2016). Construindo um recurso didático a partir dos saberes tradicionais: implicações e proposições para o ensino intercultural de biologia Revista de Ensino de Biologia da associação Brasileira de Ensino de biologia (SBENBio), 9, 2392-2403.

Martins, K. V., Almeida, R. O. de, & Baptista, G. C dos S. (2019). Ensino de ecologia e diálogo intercultural: perspectivas para a formação inicial do professor de biologia a partir de um curso de extensão envolvendo a etnoecologia. XII Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências (XII ENPEC), Natal, Rio Grande do Norte, Brasil.

Morais, J. K. C., & Albino, G. G. (2015). Formação inicial de professores de biologia no IFRN: a concepção dos licenciandos sobre o ensino/ensinar. HOLOS, 31(5), 231-241.

Nascibem, F. G., & Viveiro, A. A. (2015). Para além do conhecimento científico: a importância dos saberes populares para o ensino de ciências. Interacções, Lisboa, 11 (39), 285-295.

Neto, N. A. L. (2018). A contextualização dos saberes para um ensino de Biologia que reconheça as identidades e diferenças. Revista Entreideias: educação, cultura e sociedade, 7(3).

Oliveira, M. S. M. de, & Baldini, C. F. (2017). Horta-cultura popular e ciência identificação científica, propriedades e usos: Uma experiência no ensino integral. Cerrados, 15(1), 214-236.

Reyes-García, V., & Martí Sanz, N. (2007, setembro). Etnoecología: punto de encuentro entre naturaleza y cultura. Ecosistemas, 16 (3), 46-55. Recuperado de http://www.revistaecosistemas.net/articulo.asp?Id=501

Siqueira, A. B. (2011). Etnobotânica no Currículo de Ciências na Educação de Jovens e Adultos. REMEA-Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, 26, 1-16.

Siqueira, A. B. (2012). Etnobiologia como metodologia no ensino de ciências. IV Simpósio sobre Formação de Professores–SIMFOP, Anais [...] Santa Catarina, Brasil.

Soares, A. C., Paes, L. S., Marques, J., & Azevedo, R. (2015). Conhecimentos agroecológicos como estratégia didática para o ensino do ciclo do carbono (C) e nitrogênio (N). CIAIQ2015, 2.

Soares, A. C., de Oliveira Marques, J. D., da Silva Paes, L., & Azevedo, R. M. (2017). Conhecimentos Agroecológicos Aplicados ao Ensino de Ciências Naturais. Revista Experiências em Ensino de Ciências, Cuiabá, 12(4), 185-204.

Zurra, R. M. de O., & Pasa, M. C. (2015). A Etnoecologia e sua articulação com o ensino de Ciências Naturais. X Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências – X ENPEC, Águas de Lindóia, São Paulo, Brasil.

APA

Leite Suzart , E. M. . y Costa Santos Baptista , G. . (2021). ENSINO DE BIOLOGIA EM INTERFACES COM A ETNOECOLOGIA E/OU A AGROECOLOGIA: UM LEVANTAMENTO DAS PRODUÇÕES BRASILEIRA . Bio-grafía. https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/bio-grafia/article/view/15672

ACM

[1]
Leite Suzart , E.M. y Costa Santos Baptista , G. 2021. ENSINO DE BIOLOGIA EM INTERFACES COM A ETNOECOLOGIA E/OU A AGROECOLOGIA: UM LEVANTAMENTO DAS PRODUÇÕES BRASILEIRA . Bio-grafía. (nov. 2021).

ACS

(1)
Leite Suzart , E. M. .; Costa Santos Baptista , G. . ENSINO DE BIOLOGIA EM INTERFACES COM A ETNOECOLOGIA E/OU A AGROECOLOGIA: UM LEVANTAMENTO DAS PRODUÇÕES BRASILEIRA . Bio-grafía 2021.

ABNT

LEITE SUZART , E. M. .; COSTA SANTOS BAPTISTA , G. . ENSINO DE BIOLOGIA EM INTERFACES COM A ETNOECOLOGIA E/OU A AGROECOLOGIA: UM LEVANTAMENTO DAS PRODUÇÕES BRASILEIRA . Bio-grafía, [S. l.], 2021. Disponível em: https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/bio-grafia/article/view/15672. Acesso em: 20 feb. 2024.

Chicago

Leite Suzart , Emanuele Maria, y Geilsa Costa Santos Baptista. 2021. «ENSINO DE BIOLOGIA EM INTERFACES COM A ETNOECOLOGIA E/OU A AGROECOLOGIA: UM LEVANTAMENTO DAS PRODUÇÕES BRASILEIRA ». Bio-grafía, noviembre. https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/bio-grafia/article/view/15672.

Harvard

Leite Suzart , E. M. . y Costa Santos Baptista , G. . (2021) «ENSINO DE BIOLOGIA EM INTERFACES COM A ETNOECOLOGIA E/OU A AGROECOLOGIA: UM LEVANTAMENTO DAS PRODUÇÕES BRASILEIRA », Bio-grafía. Disponible en: https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/bio-grafia/article/view/15672 (Accedido: 20 febrero 2024).

IEEE

[1]
E. M. . Leite Suzart y G. . Costa Santos Baptista, «ENSINO DE BIOLOGIA EM INTERFACES COM A ETNOECOLOGIA E/OU A AGROECOLOGIA: UM LEVANTAMENTO DAS PRODUÇÕES BRASILEIRA », Bio-grafía, nov. 2021.

MLA

Leite Suzart , E. M. ., y G. . Costa Santos Baptista. «ENSINO DE BIOLOGIA EM INTERFACES COM A ETNOECOLOGIA E/OU A AGROECOLOGIA: UM LEVANTAMENTO DAS PRODUÇÕES BRASILEIRA ». Bio-grafía, noviembre de 2021, https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/bio-grafia/article/view/15672.

Turabian

Leite Suzart , Emanuele Maria, y Geilsa Costa Santos Baptista. «ENSINO DE BIOLOGIA EM INTERFACES COM A ETNOECOLOGIA E/OU A AGROECOLOGIA: UM LEVANTAMENTO DAS PRODUÇÕES BRASILEIRA ». Bio-grafía (noviembre 30, 2021). Accedido febrero 20, 2024. https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/bio-grafia/article/view/15672.

Vancouver

1.
Leite Suzart EM, Costa Santos Baptista G. ENSINO DE BIOLOGIA EM INTERFACES COM A ETNOECOLOGIA E/OU A AGROECOLOGIA: UM LEVANTAMENTO DAS PRODUÇÕES BRASILEIRA . Bio-grafía [Internet]. 30 de noviembre de 2021 [citado 20 de febrero de 2024];. Disponible en: https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/bio-grafia/article/view/15672

Descargar cita

Visitas

187

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.