O pensamento crítico: análises de um livro didático brasileiro de ciências do sexto ano do ensino fundamental

Critical thinking: analysis of a brazilian educational book of sciences of the sixth year of fundamental education

  • Rúbia Emmel Universidade Federal da Fronteira Sul
  • Larissa Lunardi Universidade Federal da Fronteira Sul
Publicado
2019-10-11

Esta pesquisa tem o objetivo de analisar e identificar o potencial dos descritores de um livro didático de Ciências para a promoção do Pensamento Crítico (PC), considerando que podem ser promovidos materiais didáticos, livros didáticos e práticas pedagógico-didáticas intencionais, fundamentadas e orientadas para promover a literacia crítica nos alunos. Realizamos uma análise documental em um Livro Didático (LD) brasileiro de Ciências do Ensino Fundamental, analisando as estratégias de ensino propostas. Foram analisados nove descritores do LD, considerando: 1) “Ponto de partida”; 2) “A questão é”; 3) “Boxes”; 4) “Informações complementares”; 5) “Glossário”; 6) “Mundo Virtual”; 7) “Atividades”; 8) “Leitura Especial”; 9) “Ponto de chegada”. Os resultados evidenciam que os descritores “Ponto de Partida” e “Atividades” contemplaram quase todos os critérios e elementos que promovem o Pensamento Crítico, mas que nenhum descritor contempla todos. No critério capacidade de pensamento, foram pouco recorrentes os descritores: 4) “Informações complementares”; 5) “Glossário”; 6) “Mundo Virtual”. Os resultados expressam que o LD de Ciências possui várias estratégias com potencial para o desenvolvimento do Pensamento Crítico, mas depende do professor conduzir a discussão e interação entre os alunos, para que possam trocar ideias, tirar conclusões e, assim, pensar criticamente.

Palabras clave: Science Teaching, Critical Thinking, Teaching strategies (en)
Palabras clave: Ensino de Ciências, Pensamento Crítico, Estratégias de ensino (pt)
La descarga de datos todavía no está disponible.
Emmel, R., & Lunardi, L. (2019). O pensamento crítico: análises de um livro didático brasileiro de ciências do sexto ano do ensino fundamental. Bio-grafía, 653-662. Recuperado a partir de https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/bio-grafia/article/view/10963
Ennis, R. H. (1985). Critical thinking and the curriculum. NationalForum, 65 (1), 24-27.
Fracalanza, H, &Megid, J.N. (2006). O ensino de ciências no Brasil. In: Fracalanza, H &Megid, J. N. (Orgs). O livro didático de ciências no Brasil. Campinas: Komedi.
Gewandsznajder, F. (2015). Projeto Teláris: Ciências: Planeta Terra. Programa Nacional do Livro Didático-PNLD (2017, 2018, 2019). 6º ano. São Paulo: Ática.
Lüdke, M. & André, M E. D. A. (2001). Pesquisa em educação:abordagens qualitativas. São Paulo: Epu.
Tenreiro-Vieira, C. & Vieira, R. M. (2014). Construindo práticas didático-Pedagógicas promotoras da literacia científica e do pensamento crítico.Madrid: Oei: Iberciencia.
Tenreiro-Vieira, C. & Vieira, R. M. (2013) Literacia e Pensamento Crítico: um referencial para a educação em ciências e em matemática. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, 18 (52), 163-188.
Vasconcelos, S. D. & Souto, E. (2003) O livro didático de ciências no ensino fundamental – proposta de critérios para análise do conteúdo zoológico. Ciência & Educação, Bauru, 9 (1), 93-104.

Artículos más leídos del mismo autor/a