7A003 Trilhas Ecológicas como Estratégia em Educação Ambiental: um olhar para o futuro

  • Vidica Bianchi Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul
  • Mara Lisiane Tissot- Squalli da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul
  • Francesca Werner Ferreira Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul
Publicado
2018-11-21

As trilhas ecológicas proporcionam vivências do mundo real que complementam as teorias e se convertem em conhecimento. Neste estudo foram realizadas visitas guiadas e monitoradas por acadêmicos do curso de Ciências Biológicas - UNIJUI a um Bosque (remanescente florestal urbano) com estudantes da Educação Básica. No desenvolvimento das ações, os estudantes foram estimulados à percepção da biodiversidade local. Ao final de cada visita, foram elaborados desenhos e pinturas pelas crianças da Educação Infantil e jogos educativos pelos estudantes do Ensino Fundamental. No Ensino Médio, a sistematização foi realizada através de fotografias e uma apresentação reflexiva aos colegas. Assim, qualquer aspecto ou elemento encontrado pode ser um objeto de estudo instigante. No entanto, é necessário ao educador prestar atenção na execução de sua metodologia.

Palabras clave: bosque, exposição, monitorias, vivências (pt)
La descarga de datos todavía no está disponible.
Bianchi, V., Tissot- Squalli, M. L., & Ferreira, F. W. (2018). 7A003 Trilhas Ecológicas como Estratégia em Educação Ambiental: um olhar para o futuro. Tecné Episteme Y Didaxis: TED, (Extraordin), 1-6. Recuperado a partir de https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/9103
Aiolfi, et. al. 2011. Trilha ecológica como um recurso pedagógico à Educação ambiental. Synergismus scyentifica UTFPR, Pato Branco-PR, 06 (1)
Brasil, 2012. Ministério da Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio. Resolução CNE/CEB nº 2.
Effting, T. R. 2007. Educação ambiental nas escolas públicas: realidade e desafios, p. 1-78. Monografia (Curso de Especialização: Planejamento para o Desenvolvimento Sustentável). Universidade Estadual do Oeste do Paraná – Campus de Marechal Cândido Rondon.
Floriani, D. Knechtel, M. R. 2003. Educação ambiental: epistemologia e metodologia. Curitiba: Vicentina.
Kishimoto, T. M. 1994. O Jogo e a Educação Infantil. São Paulo: Pioneira.
Vigotsky, L.1991. A Formação social da mente. São Paulo, Brasil: Martins Fontes.

Artículos más leídos del mismo autor/a