1B022 A Matemática para os alunos do Ensino Fundamental: um estudo congnitivo-estrutural das Representações Sociais

  • Tiêgo dos Santos Freitas Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca
  • Dayvisson Luís Vittorazzi Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca
  • Tereza Fachada Levy Cardoso Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca
  • Alcina Maria Testa Braz da Silva Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca
Publicado
2018-11-14

No presente trabalho discorremos acerca das representações sociais construídas por alunos do 5º ano de uma escola pública acerca da matemática. A investigação foi desenvolvida com 33 alunos do 5º ano do Ensino Fundamental de um município do Estado da Paraíba - Brasil. Para compreender as representações sociais, a partir da abordagem estrutural, construídas por esse grupo social, utilizamos o software Evocation para a elaboração do quadrante de Vergès. Destacamos uma representação possivelmente ancorada na relação entre Matemática e contas, englobando, seu núcleo central, expressões como atenção, difícil, divisão e multiplicação.

Palabras clave: Representações Sociais. Teoria do Núcleo Central. Matemática (pt)
La descarga de datos todavía no está disponible.
Freitas, T. dos S., Vittorazzi, D. L., Cardoso, T. F. L., & Testa Braz da Silva, A. M. (2018). 1B022 A Matemática para os alunos do Ensino Fundamental: um estudo congnitivo-estrutural das Representações Sociais. Tecné Episteme Y Didaxis: TED, (Extraordin). Recuperado a partir de https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/8776
Almeida, A. M. O. (2009). Abordagem societal das representações sociais. Sociedade e Estado, 24 (3), 713-737.
Farr, R. M. (2013). As raízes da Psicologia Social moderna (11th ed.). Petrópolis: Vozes.
Jodelet, D. (2001). Representações sociais: um domínio em expansão. In Jodelet, D. (Org.), As representações sociais (pp. 17-44). Rio de Janeiro: EdUERJ.
Oliveira, C. D., Marques, S. C. & Tosoli, A. M. (2005). Análise das evocações livres: uma técnica de análise estrutural das representações sociais. In Moreira, A. P. (Org.), Perspectivas Teórico-Metodológicas em representações sociais (pp. 573-603). João Pessoa: Editora Universitária UFPB.
Sá, C. P. (1996). Representações sociais: teoria e pesquisa do núcleo central. Revista Temas em psicologia, 4 (3), 19-33.
Vergès, P. (2001). L'analyse des représentations sociales par questionnaires. Revue française de sociologie, 42 (3), 537-561.
Wachelke, J. F. R. & Wolter, R. P. (2011). Critérios de construção e relato da análise prototípica para representações sociais. Psicologia: teoria e pesquisa, 27, 521-526.
Zatti, F., Agranionih, N. T. & Enricone, J. R. B. (2010). Aprendizagem matemática: desvendando dificuldades de cálculo dos alunos. Perspectiva, 34 (128), 115- 132.