1A068 A atuação da escola, família, estado e município na educação alimentar das crianças

  • Aline Giovana Finger Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul
  • Vidica Bianchi Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul
  • Maristela Borin Busnello Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul
Publicado
2018-11-10

O presente trabalho teve por objetivo a realização de uma reflexão sobre a formação de hábitos saudáveis no ambiente escolar e a atuação da
família pela literatura científica. Trata-se de uma revisão integrativa da literatura, em que foram analisados 06 artigos publicados entre 2015 e 2017 e
que trazem no seu tema a educação alimentar no ambiente escolar, tendo em vista que Saúde é um tema transversal e deve ser abordado de maneira transdisciplinar no currículo da Educação Básica e apoiado pela família, estado e município.

Palabras clave: Educação alimentar; Alimentação saudável; Papel da Escola na alimentação; Horta escolar; Hábitos saudáveis (pt)
La descarga de datos todavía no está disponible.
Finger, A. G., Bianchi, V., & Busnello, M. B. (2018). 1A068 A atuação da escola, família, estado e município na educação alimentar das crianças. Tecné Episteme Y Didaxis: TED, (Extraordin). Recuperado a partir de https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/8731
ALBUQUERQUE. Olga Maria; Campos. Helena Maria; Alves. Cleber da Silva; Martins. Alberto Mesaque. (2016). Estudantes e educadores de escolas públicas: o que eles pensam sobre alimentação? Investigação Qualitativa em Saúde. Atas CIAIQ.
BEZERRA, Kátia Francielly; CAPUCHINHO, Laura Caroline Ferreira Mendes; PINHO, Lucinéia. (2015). Conhecimento e abordagem sobre alimentação saudável por professores do ensino fundamental. Demetra: alimentação, nutrição & saúde. 10(1); 119-131.
BOOG, M.C.F. (2004). Contribuições da Educação nutricional à Construção da Segurança Alimentar. Saúde em Revista, v.13, n.6, p. 17-23.
BRASIL. (1998). Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: meio ambiente e saúde. Brasília: MEC.
BRASIL. (2011). Ministério da Saúde. Bolsa Família na saúde. Brasília, DF. Disponível em: . Acesso em: 20 de Maio 2018.
CARVALHO. DG. (2009). Licitações sustentáveis, alimentação escolar e desenvolvimento regional: uma discussão sobre o poder de compra governamental a favor da sustentabilidade. Plan Polit Publicas. 115-47.
COELHO. Denise Eugenia Pereira; Bógus. Cláudia Maria. (2017). Hortas escolares como estratégia pedagógica para promover alimentação adequada e saudável na escola. Investigação Qualitativa em Saúde. Atas CIAIQ.
LAZAROTTO. KARINE; TEO. CARLA ROSANE PAZ ARRUDA. (2016). Promoção da saúde através da alimentação escolar: uma revisão integrativa. Espaço para a Saúde – revista de saúde pública do Paraná | Londrina | v. 17 | n. 1 | p. 75- 82. PNAE. Lei n° 11.947/ 2009. (2009). Programa Nacional de Alimentação Escolar.
VALENTE, F. L. S. (2002). Segurança alimentar e nutricional: transformando natureza em gente. Direito humano à alimentação: desafios e conquistas. São Paulo: Cortez, p. 103-136.

Artículos más leídos del mismo autor/a