Conflitos em abordagens históricas para temas consolidados na ciência escolar: um estudo de caso sobre os modelos atômicos

  • Cristiano Moura
  • Andreia Guerra
Publicado
2017-10-13
Pesquisas recentes apontam obstáculos pedagógicos que representam desafios à implementação de abordagens históricas em sala de aula. Entre estes obstáculos está o livro-texto, que reflete a maneira como se consolida a ciência escolar em comparação ao conhecimento científico de origem. Tal diferença pode criar conflitos ao serem implementadas abordagens histórico-filosóficas para temas consolidados na ciência escolar. Neste trabalho analisamos o caso de uma sequência didática sobre modelos atômicos aplicada em uma disciplina de química e os conflitos surgidos entre a abordagem histórico-filosófica criada e a versão histórica do livro didático e do currículo tradicional consolidado na escola propondo possíveis soluções para professores de ciências que lidem com problemas semelhantes.
Palabras clave: História e Filosofia da Ciência, Modelos Atômicos, Ciência Escolar, Ensino de Química. (es)
La descarga de datos todavía no está disponible.
Moura, C., & Guerra, A. (2017). Conflitos em abordagens históricas para temas consolidados na ciência escolar: um estudo de caso sobre os modelos atômicos. Tecné Episteme Y Didaxis: TED. Recuperado a partir de https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/4824

CHAVES, L.; SANTOS, W.; CARNEIRO, M. (2014) História da Ciência no Estudo de Modelos Atômicos em Livros Didáticos de Química e Concepções de Ciência. Química Nova na Escola, v. 36, n. 4, p. 269 – 279.

FORATO, T.; PIETROCOLA, M.; MARTINS, R. (2011) A. Historiografia e Natureza da Ciência na sala de aula. Cad Bras Ens de Física, v. 28, p. 1, p. 27-59.

HÖTTECKE, D.; SILVA, C. C. (2011) Why Implementing History and Philosophy in School Science Education is a Challenge: An Analysis of Obstacles. Science & Education, v. 20, n. 3, pp. 293-316.

LOPES, A. (1999) Conhecimento Escolar: Ciência e Cotidiano. Rio de Janeiro: EdUERJ.

LOPES, C. V. M. (2009) Modelos atômicos no início do século XX: da física clássica à introdução da teoria quântica. Tese de Doutorado em História da Ciência da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

LUDKE, M.; ANDRÉ, M. (2011) Pesquisa em Educação: Abordagens Qualitativas. São Paulo: Ed. EPU.

MOURA, C. B. (2014) Discutindo a natureza da ciência no ensino médio: um caminho a partir do desenvolvimento dos modelos atômicos. Dissertação de mestrado do Programa Ciência, Tecnologia e Educação. Rio de Janeiro: CEFET/RJ.

MOURA, C. B.; GUERRA, A. (2013) Modelos atômicos em livros didáticos de química do PNLEM 2012: uma análise qualitativa à luz da história e filosofia da ciência. Atas do IX ENPEC, Água de Lindoia, SP, Brasil.

OKI, M. C. (2009) Controvérsias sobre o atomismo no século XIX, Química Nova, v. 32, n. 4, pp. 1072-1082.

PERUZZO, F., CANTO, E. (2010) Química na Abordagem do Cotidiano. 4. Ed. São Paulo: Ed Moderna.

REIS, J. C.; GUERRA, A.; BRAGA, M. (2006) Ciência e Arte: relações improváveis? História, Ciências, Saúde – Mang