Interações e Mediações em Espaços de Formação Docente Articulada com a Reconstrução Curricular na Modalidade de Situação de Estudo

  • Maria Ghisolfi Da Silva Rejane
  • Lenir Zanon Basso
  • Marli Dallagnol Frison
Publicado
2017-10-13
Apresentamos uma reflexão sobre as interações e mediações em espaços de formação docente na proposição de reconstrução curricular na modalidade de Situação de Estudo enquanto movimento constitutivo de natureza dialógica, envolvendo locutores socialmente organizados. Para isso (re)examinamos o processo interativo de sujeitos na experiência formativa, que envolveu estudos e planejamentos coletivos potencializando mudanças nas práticas e concepções de professores. A reflexão fundamenta-se na teoria histórico cultural de Vygotsky que explora as interações sociais e o papel das mediações no desenvolvimento dos sujeitos e na teoria de Bakhtiniana, que explora a dimensão dialógica da linguagem como um processo de criação
Palabras clave: Situação de Estudo, ensino, pesquisa e extensão (es)
La descarga de datos todavía no está disponible.
Da Silva Rejane, M. G., Zanon Basso, L., & Frison, M. D. (2017). Interações e Mediações em Espaços de Formação Docente Articulada com a Reconstrução Curricular na Modalidade de Situação de Estudo. Tecné Episteme Y Didaxis: TED. Recuperado a partir de https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/4756

Bakhtin, M. (2009). Marxismo e Filosofia da Linguagem. São Paulo: Hucitec.

Boff, E. T. de O. (2011). Processo interativo: uma possibilidade de produção de um

currículo integrado e constituição de um docente pesquisador -autor e ator -

de seu fazer cotidiano escolar (Tese de Doutorado). Retirado de

http://hdl.handle.net/10183/31787

Demo, P. (2001). Participação é conquista. São Paulo: Cortez.

Caldart, R. S. (2004). Pedagogia do Movimento Sem Terra. São Paulo: Expressão

Popular.

Candau, V. M., & Lelis, I. A. (2002). A Relação Teoria-Prática na Formação do

educador. In V. M. Candau (Org.), Rumo a uma Nova Didática (pp.56-72).

Petrópolis : Vozes.

Frison, M. D. (2012). A produção de saberes docentes articulada à formação

inicial de professores de Química: implicações teórico-práticas na escola de nível médio (Tese de Doutorado). Retirado de

http://hdl.handle.net/10183/61253

Gehlen, S. T. (2009). A função do problema no processo ensino - aprendizagem de

Ciências: Contribuições de Freire e Vigotski (Tese doutorado). Retirado de

http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/92543

Halmenschlager, K. R. (2010). Abordagem Temática: análise da Situação de

Estudo no ensino médio da EFA (Dissertação de Mestrado). Retirado de

https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/94336/277166.pdf

Machado, A. R. (2013). Problema e problematização no contexto da situação de

estudo: pressupostos e implicações (Dissertação de Mestrado). Retirado de

https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/122846

Rego, T. C. (2001). Vygotsky: Uma Perspectiva Histórico-Cultural da Educação.

Petrópolis, RJ: Vozes.

Silva, R. C. D. (2015) Potencialidades e limites da situação de estudo para a

formação pela pesquisa no ensino de física (Dissertação de Mestrado).

Retirado de http://hdl.handle.net/10183/117980

Tardif, M., & Lessard, C. (2005). O trabalho docente. Petrópolis, R.J: Editora Vozes.

Vygotsky, L. S. (1998). Pensamento e linguagem. São Paulo: Martins Fontes.

Artículos más leídos del mismo autor/a