Formação continuada de professores dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental: reflexões e práticas na perspectiva da alfabetização científica

  • Ieda Maria Giongo
  • Marli Teresinha Quartieri
  • Merência Bianca Costa
  • Sonia Elisa Gonzatti Marchi
Publicado
2017-10-13
Este trabalho pretende socializar resultados decorrentes de encontros de formação continuada, desenvolvidos em uma escola de Ensino Fundamental, brasileira, voltados à discussão de temas vinculados às Ciências Exatas com docentes dos Anos Iniciais. A pesquisa, de cunho qualitativo, com foco em estudo de caso, tem como intuito a problematização teórico-metodológica de conceitos e estratégias no ensino de Ciências Exatas, promovendo a alfabetização científica. Nos encontros, foram respondidos questionários e realizadas gravações objetivando analisar os avanços e as dificuldades enfrentadas nas situações de aprendizagem problematizadas. Os resultados apontam que: os docentes apresentavam dificuldades conceituais; a concepção de Ciências estava vinculada ao ensino de Biologia; os encontros propiciaram momentos de reflexão e troca de experiências.
Palabras clave: formação continuada, Ciências Exatas, Anos Iniciais do Ensino Fundamental, alfabetização científica (es)
La descarga de datos todavía no está disponible.
Giongo, I. M., Quartieri, M. T., Costa, M. B., & Gonzatti Marchi, S. E. (2017). Formação continuada de professores dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental: reflexões e práticas na perspectiva da alfabetização científica. Tecné Episteme Y Didaxis: TED. Recuperado a partir de https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/4519

Bizzo, N. (2008). Ciências: Fácil ou difícil. 2ª ed. 10ª impressão. São Paulo: Ed. Ática.

Fabri, F. (2012). O ensino de Ciências nos anos iniciais do ensino fundamental sob a ótica CTS: uma proposta de trabalho dos artefatos tecnológicos que norteiam o cotidiano dos alunos. 132f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Tecnologia). Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campus Ponta Grossa. Ponta Grossa.

Lima, M. E. C. C; Maués, E. (2006). Uma releitura do papel da professora das séries iniciais no desenvolvimento e aprendizagem de ciências das crianças. In Ensaio. 8 (2), 161-175. Dez.

Longhini, M. D. (2008). O conhecimento do conteúdo científico e a formação do professor das séries iniciais do ensino fundamental. In Investigações em Ensino de Ciências. Porto Alegre, 13 (2), 241-253.

Malacarne, V.; Strieder, D. M. (2009). O desvelar da Ciência nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental: um olhar pelo viés da experimentação. Vivências: revista eletrônica Extensão da URI. 5 (4), p. 75-85, maio.

Rosa, C. W.; Perez, C. A. S.; Drum, C. (2007). Ensino de física nas séries iniciais: concepções da prática docente. Investigações em Ensino de Ciências, 12 (3), 357-368.

Santos, W. L.P. (2007). Educação Científica na perspectiva do letramento como prática social: funções, princípios e desafios. Revista Brasileira de Educação. 12 (36), set/dez.