FORMAÇÃO CONTINUADA EM CIÊNCIAS DA NATUREZA – UMA EXPERIÊNCIA DE GRUPOS DE TRABALHO

  • Cléia Rosani Baiotto
Publicado
2017-10-13
A formação continuada de professores representa um grande desafio no sentido de viabilizar a qualidade do que é ensinado frente ao mundo dinâmico em que vivemos. O presente relato descreve o percurso de um processo de formação continuada de professores da área das Ciências da Natureza, reunidos em um grupo de trabalho (GT) com representantes das diferentes escolas da região de abrangência da coordenadoria de educação. As atividades desenvolvidas promoveram a reflexão de sua prática, o compartilhamento de dificuldades pedagógicas e de práticas significativas, com o registro de todas as reflexões e proposições do grupo, utilizando a pesquisa como uma estratégia de ação em todas as atividades, de modo a atender os princípios do programa de tornar o professor protagonista da sua própria formação.
Palabras clave: Ciências da Natureza. Grupos de trabalho. Reflexão (es)
La descarga de datos todavía no está disponible.
Baiotto, C. R. (2017). FORMAÇÃO CONTINUADA EM CIÊNCIAS DA NATUREZA – UMA EXPERIÊNCIA DE GRUPOS DE TRABALHO. Tecné Episteme Y Didaxis: TED. Recuperado a partir de https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/4482

Gastaldo, L.F.; Arenhart, L.O; Angst, F. (Org) (2015). Formação Continuada

Macromissioneira – Programa Interinstitucional de Formação Continuada dos

Trabalhadores em Educação da Região Macromissioneira – Noroeste do Estado

do Rio Grande do Sul. Tubarão/SC: Copiart Editora.

Garcia, C.M. (1995). Formação de Professores: para uma mudança educativa.

Porto: Porto Editora.

Jélvez, J.A.Q. (2013) A pesquisa como princípio pedagógico no Ensino Médio. In:

Azevedo, J.C.; Reis, J.T. (Orgs). Reestruturação do Ensino Médio - pressupostos

teóricos e desafios da prática. São Paulo: Fundação Santillana.

Nóvoa, A. (1992). Os professores e a sua formação. Lisboa: Dom Quixote. 13-33.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis: Vozes, 2002.