O ENSINO DE ECOLOGIA E SUAS IMPLICAÇÕES NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES

  • Fellipe Steinmeyer Universidade Federal de São Paulo
  • Paloma Marques dos Santos Professora da rede estadual de São Paulo
  • Raquel Marques de Souza Professora da rede estadual de São Paulo
  • Celso Nobuo Kawano Junior Universidade Federal de São Paulo
Publicado
2021-11-19

No ensino básico, há necessidade do conteúdo abordado refletir os aspectos cotidianos da vida dos alunos, desafiando
professores, que precisam contemplar tais aspectos na sala de aula. No ensino de Ecologia, é importante a junção dos temas
ecológicos com as noções de proteção ambiental e temas atuais, como aquecimento global e mudanças climáticas. Somados ao
interesse dos alunos no tema Ecologia e na importância que ele possui na sociedade, o presente trabalho busca compreender os
conhecimentos que os estudantes concluintes do Ensino Médio possuem acerca do tema. Para isso, foi elaborado um questionário
colaborativo, baseado nos conceitos estruturantes de Ecologia. Os resultados mostraram bons índices de acerto e percepção dos
estudantes, sendo as maiores dificuldades encontradas em questões relacionadas a outros temas, indicando dificuldades dos
alunos em associarem conteúdos biológicos.

Palabras clave: Ensino de Ecologia, Conceitos Estruturantes, Associação de temas biológicos (pt)

Brasil. (2002). Ministério da Educação. PCN: Ensino Médio - Orientações educacionais complementares aos

Parâmetros Curriculares Nacionais. (p. 5). Brasília.

Brasil. (2018). Base Nacional Curricular Comum. Brasília. Retrieved 20 August 2020, from

http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_sits.pdf

Brasil. (2019). CGEE. Percepção Pública da C&T no Brasil. Brasília. Retrieved 3 February 2021, from

https://www.cgee.org.br/web/percepcao/home

Carvalho, Í. N. (2016). Uma proposta de critérios para selecionar conteúdos conceituais para o ensino médio de

biologia. 73f. (Mestrado). Universidade Federal da Bahia.

Carvalho, Í. N., Nunes-Neto, N. F., & El-Hani, C. N. (2011). Como selecionar conteúdos de biologia para o ensino médio?

Revista de Educação, Ciências e Matemática. Retrieved from

http://publicacoes.unigranrio.edu.br/index.php/recm/article/viewFile/1588/774

Carvalho, M. E. A. (2018). Conceitos Ecológicos utilizados por alunos do ensino médio na compreensão das questões

ambientais. 45f. (Trabalho de conclusão de curso). Universidade Federal de Pernambuco.

Correa, C. A. (2012). Los conceptos estructurantes de ecología como fundamento conceptual y metodológico de la

educación ambiental. Extramuros: revista de la Universidad Metropolitana de Ciencias de la Educación, (11),

-84.

Duré, R. C., Andrade, M. J. D. D., & Abílio F. J. P. (2018). Ensino de biologia e contextualização do conteúdo: quais

temas o aluno de ensino relaciona com o seu cotidiano. Experiências em ensino de ciências, 13(1), 259-272.

Retrieved from https://if.ufmt.br/eenci/artigos/Artigo_ID471/v13_n1_a2018.pdf

Freire, C.C. (2018). Aspectos epistêmicos no ensino de ecologia. 286f. (Doutorado em Ciências). Universidade de São

Paulo.

Gagliardi, R. (1986). Los conceptos estructurales en el aprendizaje por investigación. Enseñanza de las ciencias:

revista de investigación y experiencias didácticas, 30-35.

GIL, A. C. (1989). Observação. Métodos e técnicas da pesquisa social. São Paulo: Atlas.

Gouw, A. M. S. (2013). As opiniões, interesses e atitudes dos jovens brasileiros frente à ciência: uma avaliação em

âmbito nacional. 242f. (Doutorado em Educação). Universidade de São Paulo.

Minayo, M. C. D. S., & Sanches, O. (1993). Quantitativo-qualitativo: oposição ou complementaridade? Cadernos de

saúde pública,9(3), 237-248. Retrieved from https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-

X1993000300002&script=sci_arttext&tlng=pt

Oliveira, G. da S., & Bizzo, N. (2011). Aceitação da evolução biológica: atitudes de estudantes do ensino médio de duas

regiões brasileiras. Revista Brasileira De Pesquisa Em Educação Em Ciências, 11(1), 57–79. Recuperado de

https://periodicos.ufmg.br/index.php/rbpec/article/view/4124.

Rosa, I. S. C. & Landim, M. F. (2018). O enfoque CTSA no ensino de ecologia: concepções e práticas de professores do

Ensino Médio. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, 17 (1) , 263-289.

Scheiner, S. (2010). Toward a conceptual framework for biology. The Quarterly review of biology,85(3), 293-318.

Scheiner, S. M., & Willig, M. R. (Eds.). (2011). The theory of ecology. University of Chicago Press.

Severo, T. E. A. (2009). A influência das representações dos estudantes na construção do conceito de ambiente: um

estudo sobre a formação de professores de Biologia. In Congresso de Ecologia do Brasil (p. 4). São Lourenço:

Sociedade de Ecologia do Brasil. Retrieved from http://www.seb-ecologia.org.br/2009/resumos_ixceb/1062.pdf.

APA

Steinmeyer, F., Marques dos Santos, P. ., Marques de Souza, R. ., & Kawano Junior, C. N. . (2021). O ENSINO DE ECOLOGIA E SUAS IMPLICAÇÕES NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES. Tecné, Episteme y Didaxis: TED, (Número Extraordinario), 2680-2685. Recuperado a partir de https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/15338

ACM

[1]
Steinmeyer, F., Marques dos Santos, P. , Marques de Souza, R. y Kawano Junior, C.N. 2021. O ENSINO DE ECOLOGIA E SUAS IMPLICAÇÕES NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES. Tecné, Episteme y Didaxis: TED. Número Extraordinario (nov. 2021), 2680-2685.

ACS

(1)
Steinmeyer, F.; Marques dos Santos, P. .; Marques de Souza, R. .; Kawano Junior, C. N. . O ENSINO DE ECOLOGIA E SUAS IMPLICAÇÕES NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES. Tecné. Episteme. Didaxis: TED 2021, 2680-2685.

ABNT

STEINMEYER, F.; MARQUES DOS SANTOS, P. .; MARQUES DE SOUZA, R. .; KAWANO JUNIOR, C. N. . O ENSINO DE ECOLOGIA E SUAS IMPLICAÇÕES NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES. Tecné, Episteme y Didaxis: TED, [S. l.], n. Número Extraordinario, p. 2680-2685, 2021. Disponível em: https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/15338. Acesso em: 6 dic. 2021.

Chicago

Steinmeyer, Fellipe, Paloma Marques dos Santos, Raquel Marques de Souza, y Celso Nobuo Kawano Junior. 2021. «O ENSINO DE ECOLOGIA E SUAS IMPLICAÇÕES NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES». Tecné, Episteme y Didaxis: TED, n.º Número Extraordinario (noviembre):2680-85. https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/15338.

Harvard

Steinmeyer, F., Marques dos Santos, P. ., Marques de Souza, R. . y Kawano Junior, C. N. . (2021) «O ENSINO DE ECOLOGIA E SUAS IMPLICAÇÕES NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES», Tecné, Episteme y Didaxis: TED, (Número Extraordinario), pp. 2680-2685. Disponible en: https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/15338 (Accedido: 6diciembre2021).

IEEE

[1]
F. Steinmeyer, P. . Marques dos Santos, R. . Marques de Souza, y C. N. . Kawano Junior, «O ENSINO DE ECOLOGIA E SUAS IMPLICAÇÕES NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES», Tecné. Episteme. Didaxis: TED, n.º Número Extraordinario, pp. 2680-2685, nov. 2021.

MLA

Steinmeyer, F., P. . Marques dos Santos, R. . Marques de Souza, y C. N. . Kawano Junior. «O ENSINO DE ECOLOGIA E SUAS IMPLICAÇÕES NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES». Tecné, Episteme y Didaxis: TED, n.º Número Extraordinario, noviembre de 2021, pp. 2680-5, https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/15338.

Turabian

Steinmeyer, Fellipe, Paloma Marques dos Santos, Raquel Marques de Souza, y Celso Nobuo Kawano Junior. «O ENSINO DE ECOLOGIA E SUAS IMPLICAÇÕES NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES». Tecné, Episteme y Didaxis: TED, no. Número Extraordinario (noviembre 19, 2021): 2680-2685. Accedido diciembre 6, 2021. https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/15338.

Vancouver

1.
Steinmeyer F, Marques dos Santos P, Marques de Souza R, Kawano Junior CN. O ENSINO DE ECOLOGIA E SUAS IMPLICAÇÕES NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES. Tecné. Episteme. Didaxis: TED [Internet]. 19 de noviembre de 2021 [citado 6 de diciembre de 2021];(Número Extraordinario):2680-5. Disponible en: https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/15338

Descargar cita

Visitas

8

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Artículos más leídos del mismo autor/a