CONCEPÇÕES DE APRENDIZAGEM E DESENVOLVIMENTO NOS PROCESSOS FORMATIVOS DE LICENCIANDOS EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

  • Simone Aires da Silva Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ)
  • Larissa Lunardi Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS)
  • Rúbia Emmel Instituto Federal Farroupilha (IFFAR), Campus Santa Rosa
Publicado
2021-11-19

Este estudo teve como objetivo identificar as concepções de aprendizagem e desenvolvimento intelectual, pelo viés da teoria histórico-cultural, que estudantes de um curso de Ciências Biológicas possuem. A formação vivenciada no componente curricular de Psicologia da Educação foi descrita nas narrativas em diários de bordo de 14 licenciandos. Por meio da análise temática identificaramse duas categorias: 1) Aprendizagem e desenvolvimento humano: adquirindo conhecimentos pelo outro social; 2) Aprendizagens e o processo de desenvolvimento humano. Esses resultados evidenciaram a proximidade entre a teoria histórico-cultural de Vygotsky e as concepções que os licenciandos possuem sobre o desenvolvimento intelectual humano, as quaisexpressaram reflexões que relacionam a aprendizagem à constituição humana.

Palabras clave: Constituição docente, Formação inicial de professore, Psicologia histórico-cultural (es)

Alarcão, I. (2010). Professores reflexivos em uma escola reflexiva. São Paulo, Brasil: Cortez.

Carniatto, I. (2002). A formação do sujeito professor: investigação narrativa em Ciências/Biologia. Cascavel, Brasil: Edunioeste.

Carr, W. e Kemmis, S. (1988). Teoria crítica de la enseñanza: investigación-acción en la formación del profesorado. Barcelona,

Espanha: Martinez Roca.

Chaves, S. N. (2000). A construção coletiva de uma prática de formação de professores de Ciências: tensões entre o pensar

e o agir. Tese de doutorado. Campinas, Brasil: Universidade Estadual de Campinas.

Elliott, J. (1998). Recolocando a pesquisa-ação em seu lugar original e próprio. In: Geraldi, C. M. G., Fiorentini, D. E Pereira,

E. M. A. (Ed.). Cartografias do trabalho docente: professor(a) pesquisador(a). Campinas, Brasil: Mercado das Letras.

Güllich, R. I. C. (2013). Investigação-formação-ação em Ciências: um caminho para reconstruir a relação entre livro didático,

o professor e o ensino. Curitiba, Brasil: Prismas.

Leonardo, N. S. T. e SILVA, V. G. da. A relação entre aprendizagem e desenvolvimento na compreensão de professores do

Ensino Fundamental. Revista Semestral da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional, SP, v. 17, n. 2,

p. 309-317, jul./dez. 2013.

Leontiev, A. N., Vygotsky, L. S. e Luria, A. R. (2005). Psicologia e Pedagogia: bases psicológicas da aprendizagem e do

desenvolvimento. São Paulo, Brasil: Centauro.

Lüdke, M. e André, M. E. D. A. (1986). Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo, Brasil: Epu.

Marsiglia, A. C. G. (2011). A Prática Pedagógica Histórico-Crítica: na educação infantil e ensino fundamental. Campinas,

Brasil: Autores associados.

Moura, M. O. (2016). A atividade pedagógica na teoria histórico-cultural. Campinas, Brasil: Autores associados.

Oliveira, M. K. (1993). Vygotsky, Aprendizado e Desenvolvimento: um processo sócio-histórico. São Paulo, Brasil: Scipione.

Porlán, R. e Martín, J. (1997). El diario del professor: unrecurso para investigación enelaula. Sevilla, Espanha: Díada.

Vygotsky, L. S. (2000). A Construção do Pensamento e da Linguagem. São Paulo, Brasil: Martins Fontes.

Vygotsky, L. S. (1991). A Formação Social da Mente. São Paulo, Brasil: Martins Fontes.

Vygotsky, L. S. (2005). Aprendizagem e desenvolvimento intelectual na idade escolar. In: Leontiev, A. N., Vygotsky, L. S. e

Luria, A. R. (Ed.). (2005). Psicologia e Pedagogia: bases psicológicas da aprendizagem e do desenvolvimento. São

Paulo, Brasil: Centauro. p. 25-42.

Vygotsky, L. S. (2016). Aprendizagem e desenvolvimento intelectual na idade escolar. In: Vygotsky, L. S.,Luria, A. R. eLeontiev,

A. N. (2016). Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. São Paulo, Brasil: Ícone. p. 103-117.

Alarcão, I. (2010). Professores reflexivos em uma escola reflexiva. São Paulo, Brasil: Cortez.

Carniatto, I. (2002). A formação do sujeito professor: investigação narrativa em Ciências/Biologia. Cascavel, Brasil: Edunioeste.

Carr, W. e Kemmis, S. (1988). Teoria crítica de la enseñanza: investigación-acción en la formación del profesorado. Barcelona,

Espanha: Martinez Roca.

Chaves, S. N. (2000). A construção coletiva de uma prática de formação de professores de Ciências: tensões entre o pensar

e o agir. Tese de doutorado. Campinas, Brasil: Universidade Estadual de Campinas.

Elliott, J. (1998). Recolocando a pesquisa-ação em seu lugar original e próprio. In: Geraldi, C. M. G., Fiorentini, D. E Pereira,

E. M. A. (Ed.). Cartografias do trabalho docente: professor(a) pesquisador(a). Campinas, Brasil: Mercado das Letras.

Güllich, R. I. C. (2013). Investigação-formação-ação em Ciências: um caminho para reconstruir a relação entre livro didático,

o professor e o ensino. Curitiba, Brasil: Prismas.

Leonardo, N. S. T. e SILVA, V. G. da. A relação entre aprendizagem e desenvolvimento na compreensão de professores do

Ensino Fundamental. Revista Semestral da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional, SP, v. 17, n. 2,

p. 309-317, jul./dez. 2013.

Leontiev, A. N., Vygotsky, L. S. e Luria, A. R. (2005). Psicologia e Pedagogia: bases psicológicas da aprendizagem e do

desenvolvimento. São Paulo, Brasil: Centauro.

Lüdke, M. e André, M. E. D. A. (1986). Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo, Brasil: Epu.

Marsiglia, A. C. G. (2011). A Prática Pedagógica Histórico-Crítica: na educação infantil e ensino fundamental. Campinas,

Brasil: Autores associados.

Moura, M. O. (2016). A atividade pedagógica na teoria histórico-cultural. Campinas, Brasil: Autores associados.

Oliveira, M. K. (1993). Vygotsky, Aprendizado e Desenvolvimento: um processo sócio-histórico. São Paulo, Brasil: Scipione.

Porlán, R. e Martín, J. (1997). El diario del professor: unrecurso para investigación enelaula. Sevilla, Espanha: Díada.

Vygotsky, L. S. (2000). A Construção do Pensamento e da Linguagem. São Paulo, Brasil: Martins Fontes.

Vygotsky, L. S. (1991). A Formação Social da Mente. São Paulo, Brasil: Martins Fontes.

Vygotsky, L. S. (2005). Aprendizagem e desenvolvimento intelectual na idade escolar. In: Leontiev, A. N., Vygotsky, L. S. e

Luria, A. R. (Ed.). (2005). Psicologia e Pedagogia: bases psicológicas da aprendizagem e do desenvolvimento. São

Paulo, Brasil: Centauro. p. 25-42.

Vygotsky, L. S. (2016). Aprendizagem e desenvolvimento intelectual na idade escolar. In: Vygotsky, L. S.,Luria, A. R. eLeontiev,

A. N. (2016). Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. São Paulo, Brasil: Ícone. p. 103-117.

APA

da Silva, S. A., Lunardi, L. ., & Emmel, R. (2021). CONCEPÇÕES DE APRENDIZAGEM E DESENVOLVIMENTO NOS PROCESSOS FORMATIVOS DE LICENCIANDOS EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS . Tecné, Episteme y Didaxis: TED, (Número Extraordinario), 2503-2509. Recuperado a partir de https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/15290

ACM

[1]
da Silva, S.A., Lunardi, L. y Emmel, R. 2021. CONCEPÇÕES DE APRENDIZAGEM E DESENVOLVIMENTO NOS PROCESSOS FORMATIVOS DE LICENCIANDOS EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS . Tecné, Episteme y Didaxis: TED. Número Extraordinario (nov. 2021), 2503-2509.

ACS

(1)
da Silva, S. A.; Lunardi, L. .; Emmel, R. CONCEPÇÕES DE APRENDIZAGEM E DESENVOLVIMENTO NOS PROCESSOS FORMATIVOS DE LICENCIANDOS EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS . Tecné. Episteme. Didaxis: TED 2021, 2503-2509.

ABNT

DA SILVA, S. A.; LUNARDI, L. .; EMMEL, R. CONCEPÇÕES DE APRENDIZAGEM E DESENVOLVIMENTO NOS PROCESSOS FORMATIVOS DE LICENCIANDOS EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS . Tecné, Episteme y Didaxis: TED, [S. l.], n. Número Extraordinario, p. 2503-2509, 2021. Disponível em: https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/15290. Acesso em: 3 dic. 2021.

Chicago

da Silva, Simone Aires, Larissa Lunardi, y Rúbia Emmel. 2021. «CONCEPÇÕES DE APRENDIZAGEM E DESENVOLVIMENTO NOS PROCESSOS FORMATIVOS DE LICENCIANDOS EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS ». Tecné, Episteme y Didaxis: TED, n.º Número Extraordinario (noviembre):2503-9. https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/15290.

Harvard

da Silva, S. A., Lunardi, L. . y Emmel, R. (2021) «CONCEPÇÕES DE APRENDIZAGEM E DESENVOLVIMENTO NOS PROCESSOS FORMATIVOS DE LICENCIANDOS EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS », Tecné, Episteme y Didaxis: TED, (Número Extraordinario), pp. 2503-2509. Disponible en: https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/15290 (Accedido: 3diciembre2021).

IEEE

[1]
S. A. da Silva, L. . Lunardi, y R. Emmel, «CONCEPÇÕES DE APRENDIZAGEM E DESENVOLVIMENTO NOS PROCESSOS FORMATIVOS DE LICENCIANDOS EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS », Tecné. Episteme. Didaxis: TED, n.º Número Extraordinario, pp. 2503-2509, nov. 2021.

MLA

da Silva, S. A., L. . Lunardi, y R. Emmel. «CONCEPÇÕES DE APRENDIZAGEM E DESENVOLVIMENTO NOS PROCESSOS FORMATIVOS DE LICENCIANDOS EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS ». Tecné, Episteme y Didaxis: TED, n.º Número Extraordinario, noviembre de 2021, pp. 2503-9, https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/15290.

Turabian

da Silva, Simone Aires, Larissa Lunardi, y Rúbia Emmel. «CONCEPÇÕES DE APRENDIZAGEM E DESENVOLVIMENTO NOS PROCESSOS FORMATIVOS DE LICENCIANDOS EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS ». Tecné, Episteme y Didaxis: TED, no. Número Extraordinario (noviembre 19, 2021): 2503-2509. Accedido diciembre 3, 2021. https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/15290.

Vancouver

1.
da Silva SA, Lunardi L, Emmel R. CONCEPÇÕES DE APRENDIZAGEM E DESENVOLVIMENTO NOS PROCESSOS FORMATIVOS DE LICENCIANDOS EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS . Tecné. Episteme. Didaxis: TED [Internet]. 19 de noviembre de 2021 [citado 3 de diciembre de 2021];(Número Extraordinario):2503-9. Disponible en: https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/15290

Descargar cita

Visitas

6

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.