O USO DO DOSVOX NO ENSINO DE CIÊNCIAS POR PROFESSORES EM FORMAÇÃO INICIAL

  • Eliziane Alvaristo Fátima
  • Jamile Santinello
  • Lucia Virginia Viginheski Mamcasz
  • Rutz Sani Da Silva de Carvalho
Publicado
2021-11-19

A Tecnologia Assistiva é utilizada para identificar o arsenal de recursos e serviços que possibilitam a inclusão de pessoas com deficiência nos âmbitos educacionais de ensino, dentre outras áreas. Com base nisso, é importante que os profissionais da área de educação obtenham qualificação, a conceber o uso dessas tecnologias em salas de aula. Nesta perspectiva, este estudo objetivou investigar a compreensão de acadêmicos do curso de Pedagogia sobre a educação inclusiva e o uso da Tecnologia Assistiva Software Dosvox no processo de ensino e de aprendizagem para estudantes com deficiência visual. Recorreu-se a abordagem qualitativa de natureza descritiva, tendo como estratégia de pesquisa o estudo de caso. Foi realizado em uma Instituição de ensino Superior Pública, localizada no interior do estado do Paraná - Brasil, e, traz como participantes professores em formação inicial de um curso de Pedagogia. Utilizou-se de questionários com questões abertas como instrumentos. Os dados foram analisados a partir da análise de conteúdo,
divididos em três categorias: deficiência visual, educação inclusiva e Tecnologia Assistiva. Os resultados indicam ausências na formação inicial dos professores, ao que infere a inclusão de pessoas com deficiência visual no processo de ensino, assim como, insuficiência no conhecimento sobre o uso de Tecnologia Assistiva, especificamente o Software Dosvox. Os resultados abrem possibilidades para reflexões e ações na formação inicial de professores, principalmente ao que tange o processo de educação inclusiva tecnológica em salas de aula, a considerar o aumento de estudantes com deficiência visual matriculados na rede regular de ensino.

Palabras clave: Formação inicial de professores, tecnologia assistiva, deficiência visual, inclusão (pt)

Borges, A. J. (2002). Projeto Dedinho - DOSVOX - Uma nova realidade educacional para Deficientes Visuais - Rio de Janeiro. Disponível em: <http://intervox.nce.ufrj.br/dosvox/textos/artfoz.doc.> Acesso em: 17 mar. 2019.

Borges, A. J. (2009). Do Braille ao Dosvox- Diferenças nas vidas dos cegos brasileiros. 343f. Tese (Doutorado) - UFRJ. Rio de Janeiro. Disponível em: <http://intervox.nce.ufrj.br/dosvox/textos/tese_antonio_borges.pdf> Acesso em: 19 mar. 2019.

Borges, F. W. (2018). Usabilidade de aplicativos de tecnologia assistiva por pessoas com baixa visão. Disponível em:<http://www.scielo.br/scielo.phpscript=sci_abstract&pid=S141365382018000400483&lng=en&nrm=iso&tlng=pt>. Acesso em: 09 abr. 2019.

Brasil. (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ ccivil_03/constituicao/constituicao.htm>. Acesso em 23 jun. 2019.

_______. (2008). Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/politicaeducespecial.pdf>. Acesso em: 12 jan. 2019.

_______. (1990). Declaração Mundial sobre educação para todos e plano de ação para satisfazer as necessidades básicas de aprendizagem. Brasília: UNICEF.Disponívelem:<http://unesdoc.unesco.org/images/0008/000862/086291por.pdf>. Acesso em: 20 ago. 2019.

_______. (1994). Declaração de Salamanca e Princípios, Políticas e Práticas na Área das Necessidades Educativas Especiais. Brasília: MEC. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/txt/salamanca.txt>. Acesso em: 15 fev. 2019.

_______. (2001). Diretrizes nacionais para educação especial na educação básica. Secretaria de Educação Especial. MEC; SEESP. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/diretrizes.pdf.> Acesso em 28 ago. 2019.

_______. (2009). Subsecretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Comitê de Ajudas Técnicas. Tecnologia Assistiva. Brasília. CORDE. Disponível em:<http://www.pessoacomdeficiencia.gov.br/app/sites/default/files/publicacoes/livro-tecnologia-assistiva.pdf>. Acesso em: 14 fev. 2019.

Canejo, E. Rompendo Barreiras. (2016). Journal of Research in Special Educational Needs, vol.16, pp.399-40. Disponível em: <https://onlinelibrary.wiley.com/doi/epdf/10.1111/1471-3802.12299>. Acesso em: 15 set. 2019

Dias, A; França, J; Borges, A. (2014). Jogavox: uma abordagem de aprendizagem colaborativa com pessoas deficientes visuais. Revista Nuevas Ideas en Informática Educativa. TISE. Disponível em:

<http://www.tise.cl/volumen10/TISE2014/tise2014_submission_324.pdf>. Acesso em: 16 set. 2019.

Flick, U. (2009). Introdução à pesquisa qualitativa. 3 ed. Porto Alegre: Artmed.

Gil, C. A. (2002). Como elaborar projetos de pesquisa. 4 ed. São Paulo: Editora Atlas.

Magro, J. P.; Santos, C. M. D. Dos; Fonseca, G. F.; Viana, F. R. (2020). Atividades de alfabetização e a inclusão de estudantes cegos. Revista de Casos e Consultoria, v. 11, n. 1, p. e1112, 14 mai. Disponível em: <https://periodicos.ufrn.br/casoseconsultoria/article/view/20439 >. Acesso em: 03 jun. 2021.

Mazzillo, B. I. (2010). Dosvox o que você deseja? ed. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Filho, G. A. T. (2009). Tecnologia Assistiva para uma Escola Inclusiva: Apropriação, Demandas e Perspectivas. 346 f. Tese (Doutorado) – UFBA. Bahia. Disponível em:<https://repositorio.ufba.br/ri/bitstream/ri/10563/1/Tese%20Teofilo%20Galvao.pdf>. Acesso em: 10 ago. 2019.

Santinello, J; Alvaristo, F. E; Viginheski, M. V. L. (2020). Concepção de professores em formação inicial: conhecimento sobre a tecnologia assistiva dosvox. Disponível em: <http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/educanalise/article/view/42755>. Acesso em: 20 ago. 2020.

Sonza, P. A; Santarosa, C. M. L. (2003). Ambientes Digitais Virtuais: Acessibilidade aos Deficientes Visuais. Rev. Novas Tecnologias da Educação.Disponívelem:<http://seer.ufrgs.br/renote/article/viewFile/13637 /7715>. Acesso em: 09 de

agosto de 2019.

Souza, R. T. C; Mendes, G. E. (2017). Revisão sistemática das Pesquisas colaborativas em educação especial na perspectiva da inclusão escolar no Brasil. Rev. Bras. Ed. Esp. Marília, v.23, n.2, p.279-292, Abr.-Jun. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbee/v23n2/1413-6538-rbee-2302-0279.pdf>. Acesso em: 28 out. 2019.

Taleb, A. et al. (2012). As condições de saúde ocular no Brasil. São Paulo: Conselho Brasileiro de Oftalmologia.

APA

Alvaristo Fátima , E., Santinello, J., Viginheshi Mamcasz, L. V., & Da Silva de Carvalho, R. S. (2021). O USO DO DOSVOX NO ENSINO DE CIÊNCIAS POR PROFESSORES EM FORMAÇÃO INICIAL. Tecné, Episteme y Didaxis: TED, (Número Extraordinario), 979-987. Recuperado a partir de https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/15223

ACM

[1]
Alvaristo Fátima , E., Santinello, J., Viginheshi Mamcasz, L.V. y Da Silva de Carvalho, R.S. 2021. O USO DO DOSVOX NO ENSINO DE CIÊNCIAS POR PROFESSORES EM FORMAÇÃO INICIAL. Tecné, Episteme y Didaxis: TED. Número Extraordinario (nov. 2021), 979-987.

ACS

(1)
Alvaristo Fátima , E.; Santinello, J.; Viginheshi Mamcasz, L. V.; Da Silva de Carvalho, R. S. O USO DO DOSVOX NO ENSINO DE CIÊNCIAS POR PROFESSORES EM FORMAÇÃO INICIAL. Tecné. Episteme. Didaxis: TED 2021, 979-987.

ABNT

ALVARISTO FÁTIMA , E.; SANTINELLO, J.; VIGINHESHI MAMCASZ, L. V.; DA SILVA DE CARVALHO, R. S. O USO DO DOSVOX NO ENSINO DE CIÊNCIAS POR PROFESSORES EM FORMAÇÃO INICIAL. Tecné, Episteme y Didaxis: TED, [S. l.], n. Número Extraordinario, p. 979-987, 2021. Disponível em: https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/15223. Acesso em: 29 nov. 2021.

Chicago

Alvaristo Fátima , Eliziane, Jamile Santinello, Lucia Virginia Viginheshi Mamcasz, y Rutz Sani Da Silva de Carvalho. 2021. «O USO DO DOSVOX NO ENSINO DE CIÊNCIAS POR PROFESSORES EM FORMAÇÃO INICIAL». Tecné, Episteme y Didaxis: TED, n.º Número Extraordinario (noviembre):979-87. https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/15223.

Harvard

Alvaristo Fátima , E., Santinello, J., Viginheshi Mamcasz, L. V. y Da Silva de Carvalho, R. S. (2021) «O USO DO DOSVOX NO ENSINO DE CIÊNCIAS POR PROFESSORES EM FORMAÇÃO INICIAL», Tecné, Episteme y Didaxis: TED, (Número Extraordinario), pp. 979-987. Disponible en: https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/15223 (Accedido: 29noviembre2021).

IEEE

[1]
E. Alvaristo Fátima, J. Santinello, L. V. Viginheshi Mamcasz, y R. S. Da Silva de Carvalho, «O USO DO DOSVOX NO ENSINO DE CIÊNCIAS POR PROFESSORES EM FORMAÇÃO INICIAL», Tecné. Episteme. Didaxis: TED, n.º Número Extraordinario, pp. 979-987, nov. 2021.

MLA

Alvaristo Fátima , E., J. Santinello, L. V. Viginheshi Mamcasz, y R. S. Da Silva de Carvalho. «O USO DO DOSVOX NO ENSINO DE CIÊNCIAS POR PROFESSORES EM FORMAÇÃO INICIAL». Tecné, Episteme y Didaxis: TED, n.º Número Extraordinario, noviembre de 2021, pp. 979-87, https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/15223.

Turabian

Alvaristo Fátima , Eliziane, Jamile Santinello, Lucia Virginia Viginheshi Mamcasz, y Rutz Sani Da Silva de Carvalho. «O USO DO DOSVOX NO ENSINO DE CIÊNCIAS POR PROFESSORES EM FORMAÇÃO INICIAL». Tecné, Episteme y Didaxis: TED, no. Número Extraordinario (noviembre 19, 2021): 979-987. Accedido noviembre 29, 2021. https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/15223.

Vancouver

1.
Alvaristo Fátima E, Santinello J, Viginheshi Mamcasz LV, Da Silva de Carvalho RS. O USO DO DOSVOX NO ENSINO DE CIÊNCIAS POR PROFESSORES EM FORMAÇÃO INICIAL. Tecné. Episteme. Didaxis: TED [Internet]. 19 de noviembre de 2021 [citado 29 de noviembre de 2021];(Número Extraordinario):979-87. Disponible en: https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/15223

Descargar cita

Visitas

6

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.