PROGRAMA MULHERES MIL: A IMPORTÂNCIA DA FORMAÇÃO EM CIÊNCIAS PARA A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DE MULHERES POBRES

MIL MUJERES PROGRAM: THE IMPORTANCE OF SCIENCE TRAINING FOR VOCATIONAL EDUCATION OF POOR WOMEN

PROGRAMA MIL MUJERES: LA IMPORTANCIA DE LA FORMACIÓN EN CIENCIAS PARA EDUCACIÓN PROFESIONAL DE MUJERES POBRES

  • Fernanda de Magalhães Trindade
  • Maria Simone Vione Schwengber
Publicado
2021-11-19

Este trabajo tiene como objetivo analizar el Programa Mil Mujeres, con una mirada cercana a la formación docente y la inclusión de mujeres pobres. El Programa Mil Mujeres es una política brasileña, orientada a la formación profesional de mujeres en situación de vulnerabilidad social, con miras a ingresar al mundo del trabajo público y generar ingresos. Metodológicamente, utilizamos análisis de documentos y entrevistas narrativas con los participantes. Se concluye que los profesores de ciencias, que impartían cursos enfocados en la salud física y mental de las mujeres, contribuyeron al autoconocimiento y al aumento de la autoestima. Quienes trabajaron con temas profesionales, como la nutrición y la biofísica alimentaria, terminaron reforzando algunos roles de género y la división sexual del trabajo, y contribuyeron poco a la inclusión de las mujeres pobres.

Palabras clave: Professional education, Women, Thousand Women Program (en)
Educación profesional, Mujeres, Programa Mil Mujeres (es)
Educação profissional, Mulheres, Programa Mulheres Mil (pt)

Braga, R. (1996). A reestruturação do capital: Um estudo sobre a crise contemporânea. São Paulo: Xamã.

Brasil. (2014). Cartilha Mulheres Mil. Brasília: Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Disponível em http://www.mds.gov.br/webarquivos/ publicacao/brasil_sem_miseria/cartilha_mulheres_mil.pdf.

Félix, J. (2012). Entrevistas on-line ou algumas pistas de como utilizar bate-papos virtuais em pesquisas na educação e na saúde. In D. E. Meyer & M. A. Paraíso (Orgs.). Metodologias de pesquisas pós-críticas em educação (Cap. 6, pp. 116-134). Belo Horizonte: Mazza Edições.

Fidalgo, F., Correia, J. A. & Fidalgo, N. L. R. (2012). A avaliação como trabalho e o trabalho da avaliação. In R. de Oliveira.

Jovens, ensino médio e educação profissional: Políticas públicas em debate(Cap.10). Campinas, SP: Papirus. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (2018). Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua). Disponível em https://www.ibge.gov.br/estatisticas/multidominio/condicoes-de-vida-desigualdade-epobreza/17270-pnad-continua.html?=&t=o-que-e.

Jovchelovitch, S. & Bauer, M. (2002). Entrevista narrativa. In M. Bauer & G. Gaskell (Eds.). Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático(pp. 90-113). Petrópolis: Vozes.

Oliveira, R. de (2001). A teoria do capital humano e a educação profissional brasileira. Boletim Técnico do Senac, Rio de Janeiro, v. 27, n. 1.

Oliveira, M. S. de (2009). Algumas considerações sobre a educação concebida por Karl Marx. Educere et Educare Revista de Educação, v. 4, n. 8, p. 199-212, jul./dez. Disponível em http://erevista.unioeste.br/index.php/educereeteducare/article/view/2328.

Paz, S. R. & Oliveira, R. de (2012). A educação tecnológica e profissional como programa/política de Estado: Análise da Política Nacional de Qualificação Profissional do Brasil. In R. de. Oliveira. Jovens, ensino médio e educação profissional: Políticas públicas em debate(Cap. 5). Campinas: Papirus.

Pereira, J. S. A. (2015). Programa Mulheres Mil: uma análise no campo das políticas de inclusão do IFSC. (Dissertação de Mestrado) Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil. Disponível em https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/158913/337031.pdf?sequence=1&isAllowed=y

Piovesan, F. (2005). Ações afirmativas da perspectiva dos direitos humanos. Cadernos de Pesquisa, v. 35, n. 124, pp. 43-55, jan./abr.

Ramos, M. N. (2006). A pedagogia das competências: autonomia ou adaptação? (3a ed.). São Paulo: Cortez.

Ramos, M. N. (2012). A educação tecnológica como política de Estado. In R. de. Oliveira. Jovens, ensino médio e educação profissional: Políticas públicas em debate (Cap. 1). Campinas, SP: Papirus.

Teixeira, C. de S. N. G. & Barcelos, D. de J. R. (2020). A educação como instrumento de decolonialidade do trabalhador. In P. H. B. da Rocha, J. L. Q. de Magalhães & P. M. P. de Oliveira. Decolonialidade a partir do Brasil (pp. 69-94). Belo Horizonte: Editora Dialética

APA

de Magalhães Trindade, F., & Vione Schwengber, M. S. (2021). PROGRAMA MULHERES MIL: A IMPORTÂNCIA DA FORMAÇÃO EM CIÊNCIAS PARA A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DE MULHERES POBRES. Tecné, Episteme y Didaxis: TED, (Número Extraordinario), 845-851. Recuperado a partir de https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/15190

ACM

[1]
de Magalhães Trindade, F. y Vione Schwengber, M.S. 2021. PROGRAMA MULHERES MIL: A IMPORTÂNCIA DA FORMAÇÃO EM CIÊNCIAS PARA A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DE MULHERES POBRES. Tecné, Episteme y Didaxis: TED. Número Extraordinario (nov. 2021), 845-851.

ACS

(1)
de Magalhães Trindade, F.; Vione Schwengber, M. S. PROGRAMA MULHERES MIL: A IMPORTÂNCIA DA FORMAÇÃO EM CIÊNCIAS PARA A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DE MULHERES POBRES. Tecné. Episteme. Didaxis: TED 2021, 845-851.

ABNT

DE MAGALHÃES TRINDADE, F.; VIONE SCHWENGBER, M. S. PROGRAMA MULHERES MIL: A IMPORTÂNCIA DA FORMAÇÃO EM CIÊNCIAS PARA A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DE MULHERES POBRES. Tecné, Episteme y Didaxis: TED, [S. l.], n. Número Extraordinario, p. 845-851, 2021. Disponível em: https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/15190. Acesso em: 6 dic. 2021.

Chicago

de Magalhães Trindade, Fernanda, y Maria Simone Vione Schwengber. 2021. «PROGRAMA MULHERES MIL: A IMPORTÂNCIA DA FORMAÇÃO EM CIÊNCIAS PARA A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DE MULHERES POBRES». Tecné, Episteme y Didaxis: TED, n.º Número Extraordinario (noviembre):845-51. https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/15190.

Harvard

de Magalhães Trindade, F. y Vione Schwengber, M. S. (2021) «PROGRAMA MULHERES MIL: A IMPORTÂNCIA DA FORMAÇÃO EM CIÊNCIAS PARA A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DE MULHERES POBRES», Tecné, Episteme y Didaxis: TED, (Número Extraordinario), pp. 845-851. Disponible en: https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/15190 (Accedido: 6diciembre2021).

IEEE

[1]
F. de Magalhães Trindade y M. S. Vione Schwengber, «PROGRAMA MULHERES MIL: A IMPORTÂNCIA DA FORMAÇÃO EM CIÊNCIAS PARA A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DE MULHERES POBRES», Tecné. Episteme. Didaxis: TED, n.º Número Extraordinario, pp. 845-851, nov. 2021.

MLA

de Magalhães Trindade, F., y M. S. Vione Schwengber. «PROGRAMA MULHERES MIL: A IMPORTÂNCIA DA FORMAÇÃO EM CIÊNCIAS PARA A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DE MULHERES POBRES». Tecné, Episteme y Didaxis: TED, n.º Número Extraordinario, noviembre de 2021, pp. 845-51, https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/15190.

Turabian

de Magalhães Trindade, Fernanda, y Maria Simone Vione Schwengber. «PROGRAMA MULHERES MIL: A IMPORTÂNCIA DA FORMAÇÃO EM CIÊNCIAS PARA A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DE MULHERES POBRES». Tecné, Episteme y Didaxis: TED, no. Número Extraordinario (noviembre 19, 2021): 845-851. Accedido diciembre 6, 2021. https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/15190.

Vancouver

1.
de Magalhães Trindade F, Vione Schwengber MS. PROGRAMA MULHERES MIL: A IMPORTÂNCIA DA FORMAÇÃO EM CIÊNCIAS PARA A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DE MULHERES POBRES. Tecné. Episteme. Didaxis: TED [Internet]. 19 de noviembre de 2021 [citado 6 de diciembre de 2021];(Número Extraordinario):845-51. Disponible en: https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/15190

Descargar cita

Visitas

8

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.