Las potencialidades de la cartografía escolar: una contribución de los mapas mentales y atlas escolares en la enseñanza de Geografía

Denis Richter
Míriam Aparecida Bueno

O presente artigo tem por objetivo apresentar as potencialidades da Cartografia Escolar para as aulas de Geografia por meio da utiliza..o de duas metodologias de ensino, a saber: mapas mentais e atlas escolares. Contudo, antes de detalhar sobre essas propostas pedag.gicas consideramos importante reconhecer a Cartografia enquanto linguagem pertinente para o ensino de Geografia e sua colabora..o para a constru..o do pensamento espacial. Al.m disso, realizamos um levantamento sobre os grupos de pesquisas, cadastrados no cnpq, que se ocupam com o tema da Cartografia Escolar, afim de identificar o alcance e a import.ncia que h. no desenvolvimento dos estudos sobre essa tem.tica. Por fim, apresentamos as duas propostas de ensino — mapas mentais e atlas escolares— como metodologias que possibilitam integrar ao trabalho escolar de Geografia os elementos e contextos cotidianos dos alunos, a partir de atividades de construção e análises desses materiais cartográficos. Reconhecemos a potencialidade desses materiais com base nas pesquisas que realizamos e destacamos, tamb.m, a pertinência do fortalecimento de ações para a formação inicial e continuada de professores, para que esses profissionais possam ter mais domínio e conhecimento sobre o uso da linguagem cartográfica em suas prática escolares.

Richter, D., & Aparecida Bueno, M. (2015). Las potencialidades de la cartografía escolar: una contribución de los mapas mentales y atlas escolares en la enseñanza de Geografía. Anekumene, (6), 9-19. Recuperado a partir de http://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/anekumene/article/view/3397

Denis Richter, Professor da Universidade Federal de Goiás (UFG)

Doutor em Geografia e professor nos cursos de Graduação e Pós-Gra-duação em Geografia da Universidade Federal de Goiás (UFG). É membro do Laboratório de Ensino e Pesquisa em Educação Geográfica (LEPEG), do Grupo de Estudos e Pesquisas em Cartografia para Escolares (GECE) e do Núcleo de Ensino e Pesquisa em Educação Geográfica (NEPEG), em Goiânia/Brasil.

Míriam Aparecida Bueno, Professora da Universidade Federal de Goiás (UFG)

Mestre em Geografia, Doutora em Ensino e História de Ciências da Terra e professora nos cursos de Graduação e Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal de Goiás (UFG). É membro do Laboratório de Ensino e Pesquisa em Educação Geográfica (LEPEG), do Núcleo de Ensino e Pesquisa em Educação Geográfica (NEPEG) e líder do Grupo de Estudos e Pesquisas em Cartografia para Escolares (GECE) em Goiânia/Brasil.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.
Enseñanza de la Geografía, Cartografía escolar, grupos de investigación, metodologías de enseñanza, cotidiano

Article Details