S202 As controvérsias sociocientíficas no desenho de propostas didáticas como estratégia para a inovação na aula de ciências no contexto da formação inicial de professores

Laísa Maria Freire
Mariana Brück
Sama de Freitas Juliani
Raquel Moniz Benac

Investigamos como professores em formação inicial representam controvérsias sociocientíficas (CS). Uma oficina sobre o tema mudanças climáticas (MC) foi cenário empírico. A atividade final foi a elaboração de uma sequência didática para desenvolver o tema MC. Foram selecionadas duas sequências como corpus de análise, que foram analisadas quanto a: (i) escolhas didáticas para representar MC (ii)natureza da abordagem do tema. Como resultados identificamos escolhas didáticas como filmes e atividades em campo. Uma delas traz em sua proposta elementos que caracterizam as CS, enquanto a outra privilegia a abordagem antropogênica das MC. Apontamos desafios para a inovação em sala de aula que extrapolam a realização da formação docente e levam à reflexão sobre questões estruturais do sistema escolar que constrangem escolhas docentes e tensionam o espaço para as CS em sala de aula.  

Freire, L. M., Brück, M., Juliani, S. de F., & Benac, R. M. (2018). S202 As controvérsias sociocientíficas no desenho de propostas didáticas como estratégia para a inovação na aula de ciências no contexto da formação inicial de professores. Tecné Episteme Y Didaxis TED, (Extraordin), 1-6. Recuperado a partir de http://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/9183
Alexander, R. B. (2010). Aquecimento Global: alarme falso. Rio de Janeiro: Gryphus.
Doran, P. T.; Zimmerman, M. K. (2009). Examining the Scientific Consensus on Climate Change. Eos Transactions American Geophysical Union. 90(3), p. 22-23.
Giddens, A. (2010). A política da mudança climática. Anthony Giddens; tradução Vera Ribeiro; revisão técnica André Piani; apresentação à edição brasileira Sérgio Bosserman Vianna. – Rio de Janeiro: Zahar.
IPCC. (2007) Mudança do clima: A Base das Ciências Físicas. Sumário para os formuladores de políticas.
Maia, M. M. (2008). O Dia Depois de Amanhã: da ficção a realidade. Anais do XXXI Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. Natal: INTERCOM.
Maruyama, S. (2008) Aquecimento Global? São Paulo: Oficina de Textos.
Martínez Pérez, L.F. (2010). A abordagem de questões sociocientíficas na formação continuada de professores de ciências: contribuições e dificuldades. Tese (Doutorado). Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências da Universidade Estadual de São Paulo, Bauru, 351.
Molion, L.C.B. (2007). Aquecimento global: uma visão crítica. In: VEIGA, J. E. da (org) Aquecimento Global: frias contendas científicas. São Paulo: Ed. Senac, p.55-82.
Oliveira, S.M. (2008). Base científica para a compreensão do aquecimento global. In: VEIGA, J. E. da (org). Aquecimento Global: frias contendas científicas. São Paulo: Ed. Senac, p.1754.
Reis, P. (2004). Controvérsias sócio-científicas: discutir ou não discutir? Percursos de aprendizagem na disciplina de ciências da Terra e da vida. Tese (Doutorado). Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, Lisboa.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Article Details