9B008 Arco de Maguerez e método Jigsaw: associação de metodologias para o estudo de ácidos e bases

Mariana Magalhães Monteiro
Cassiana Barreto Hygino
Manoela Barros Guimarães
Valéria de Souza

Neste trabalho o método do Arco de Maguerez foi associado ao método cooperativo Jigsaw na perspectiva de contribuir para alfabetizar cientificamente alunos do primeiro ano do nível médio integrado de uma Instituição federal. O conteúdo abordado foi pH, ácidos e bases inorgânicas. O tema escolhido para o ensino do referido conteúdo foi dieta alcalina. Os dados desta pesquisa foram coletados por meio de questionários e observação, sendo estes analisados conforme a Análise Textual Discursiva. Os resultados encontrados demonstram que o ensino de química foi favorecido pelas metodologias de ensino e pelo tema adotados nas aulas, bem como a participação ativa dos alunos. Contribuindo dessa forma para a promoção da alfabetização científica.

Monteiro, M. M., Hygino, C. B., Guimarães, M. B., & de Souza, V. (2018). 9B008 Arco de Maguerez e método Jigsaw: associação de metodologias para o estudo de ácidos e bases. Tecné Episteme Y Didaxis TED, (Extraordin), 1-8. Recuperado a partir de http://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/9172
Berbel, N. A. N. (2012). A metodologia da problematização com o Arco de Maguerez: uma reflexão teórico-epistemológica. Londrina: EDUEL.
Carvalho, A. M. P. (2004). Critérios estruturantes para o ensino das Ciências. Ensino de Ciências unindo a pesquisa e a prática. São Paulo: Thompson.
Cochito, M. I. G. S. (2004). Cooperação e aprendizagem: educação intercultural. Lisboa: ACIME. Disponível em: Colombo, A. A. Berbel, N. A. N. (2007). A Metodologia da Problematização com o Arco de Maguerez e sua relação com os saberes de professores. Semina: ciências sociais e humanas, Londrina, 28 (2), 121-146.
Domenig, S. (2016). As receitas da cura alcalina. São Paulo: Editora Vogais.
Fatareli, E. F., Ferreira, L. N. A., Ferreira, J. Q., Queiroz, S. L. (2010). Método Cooperativo de Aprendizagem Jigsaw no Ensino de Cinética Química. Química Nova na Escola, 32 (3), 161-168.
Moraes, R (2003). Uma tempestade de luz: a compreensão possibilitada pela análise textual discursiva. Revista Ciência & Educação, São Paulo, 9(2), 191-211.
Ribeiro, P. C. P. Oliveira, P. B. R. (2011). Culto ao Corpo: beleza ou doença? Adolesc. Saude, 8 (3), 63-69.
Sasseron, L. H. (2014). Alfabetização Científica como objeto do Ensino de Ciências. Licenciatura em Ciências. Módulo 7.USP.UNIVESP 2014. Disponível em
Schwalfenberg, G. K. (2012). The alkaline diet: Is there evidence that an alkaline pH diet benefits health? Journal of Environmental and Public Health, 2012. doi: 10.1155/2012/727630
Silva, A. M. da. (2011). Proposta para Tornar o Ensino de Química Mais Atraente. Revista de Química Industrial. RQI, 2º trimestre.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Article Details