7B017 Oficinas Extraclasse como Espaço Educativo para a promoção da Alfabetização Científica e Tecnológica

Viviane Paula Martini
Juliana Pinto Viecheneski
Monteiro Foggiatto Castilho Rosemari

Oficinas extraclasse podem constituir espaço educativo de Alfabetização Científica e Tecnológica (ACT)? Que papel esse espaço desempenha no ensino de Ciências e sua relação Ciência, Tecnologia, Sociedade e Ambiente (CTSA)? São essas questões abordadas neste artigo, trazem os resultados de uma oficina, parte de um projeto de Extensão, que foi desenvolvida no contexto da educação infantil, com vistas à iniciação das crianças à ACT. A proposta foi elaborada em três turmas da Educação Infantil, de uma escola pública do municipio de Irati, Paraná - Brasil. Os principais resultados apontam que a oficina configurou-se como espaço educativo de aprendizagem e promoção da ACT, contribuindo, entre outras questões, para ampliar o universo de conhecimentos das crianças, instigar a sua curiosidade e o desejo de aprender ciências e, colocar em prática os conhecimentos apreendidos.  

Martini, V. P., Viecheneski, J. P., & Rosemari, M. F. C. (2018). 7B017 Oficinas Extraclasse como Espaço Educativo para a promoção da Alfabetização Científica e Tecnológica. Tecné Episteme Y Didaxis TED, (Extraordin), 1-7. Recuperado a partir de http://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/9124
Barbour, R. (2009). Grupos focais. Coleção pesquisas qualitativas. Porto Alegre: Artemed.

Bizzo, N. (2009). Ciências: fácil ou difícil? São Paulo: Biruta.

Chassot, A. (2001). Alfabetização científica: questões e desafios para a educação. Ijuí: Unijuí.

Driver, R.; Asoko, H.; Leach, J.; Mortimer. E.; Scott, P. S. (1999). Construindo conhecimento científico na sala de aula. Química Nova na Escola, n. 9; p. 31-40.

Lorenzetti, L. e Delizoicov, D. (2001). Alfabetização científica no contexto das séries iniciais, Ensaio. Pesquisa em Educação em Ciências, v.3, n.1, 37-50.
Marques, A. C. T. L. & Marandino, M. (2018). Alfabetização científica, criança e espaços de educação não formal: diálogos possíveis. Educação e Pesquisa, 44, e170831.
Santos, W. L. P. dos. Contextualização no ensino de ciências por meio de temas CTS em uma perspectiva crítica. Ciência & Ensino, v.1, número especial, nov. 2007.
Silva, R. R.; Machado, P. F. L.; Tunes, E. (2010). Experimentar sem medo de errar. In: Santos, W. L. P.; Maldaner, O. A. (Orgs). Ensino de Química em Foco. Ijuí: Unijuí.

Vigotsky, L. S. A formação social da mente. 7 ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Article Details