6B005 O uso de Tecnologias na Educação Especial: contribuições a partir do mapeamento de pesquisas

  • Sani de Carvalho Rutz Da Silva Universidade Tecnológica Federal do Paraná
  • Elsa Midori Shimazaki Universidade Estadual de Maringá (UEM).
  • Renata Da Silva Dessbesel Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

Resumen

Neste estudo, objetivamos investigar o que revelam as pesquisas a respeito de Tecnologia e Educação Especial no âmbito da sala de aula. Para isso, foi realizado um mapeamento no período de 2009 a 2018 em artigos selecionados na base de dados Scielo. Após a seleção, consideramos 13 estudos como amostra final da investigação. Podemos inferir que atualmente existem diversas ferramentas tecnológicas disponíveis e gratuitas para serem utilizadas nas práticas escolares, mas não terão efeitos positivos por si só, sendo necessário um repensar da prática educativa em um cenário de troca de informações entre todos os envolvidos.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Referencias

Dorziat, A. (2014). O profissional da inclusão escolar. Cadernos de Pesquisa, 43(150), 986-1003.

Capellini, V. L. M. F. (2016). Reorganização do ensino em tempo de inclusão: Algumas reflexões sobre adaptações curriculares. In E. Gonçalves-Mendes. & M. Amélia-Almeida (Orgs.), Inclusão escolar e educação especial no Brasil: entre o instituído e o instituinte (pp. 265-280). Marília, SP: ABPEE.

Erdem, R. (2017). Students with special educational needs and assistive technologies: A literature review. Turkish Online Journal of Educational Technology-TOJET, 16(1), 128-146.

Galvão, C. M., Sawada, N. O., & Trevizan, M. A. (2004). Revisão sistemática: recurso que proporciona a incorporação das evidências na prática da enfermagem. Revista Latino-americana de enfermagem, 12(3), 549-556.

MATOS, S. N., & MENDES, E. G. (2015). Demandas de professores decorrentes da inclusão escolar. Revista Brasileira de Educação Especial, 21(1), 9-22.

Novôa, J., & da Silva Brito, G. (2017). Tecnologias como Ferramentas de Ensino e Formação Continuada na Educação Especial. Revista Eletrônica Argentina-Brasil de Tecnologias da Informação e da Comunicação, 1(7).

PEDRO, K. M., & CHACON, M. C. M. (2017). Competências Digitais e superdotação: uma análise comparativa sobre a utilização de tecnologias. Revista Brasileira de Educação Especial, 23(4), 517-530.

Siqueira, I. M., & Santana, C. D. S. (2010). Propostas de acessibilidade para a inclusão de pessoas com deficiências no ensino superior. Revista Brasileira de Educação Especial, 16(1), 127-136.
Publicado
2018-11-20
Cómo citar
Da Silva, S. de C. R., Midori Shimazaki, E., & Da Silva Dessbesel, R. (2018). 6B005 O uso de Tecnologias na Educação Especial: contribuições a partir do mapeamento de pesquisas. Tecné Episteme Y Didaxis TED, (Extraordin), 1-8. Recuperado a partir de http://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/9071