6A001 Cultura, memória e apropriação: um estudo a partir de produções textuais em situações avaliativas

  • Rosita da Silva Santos Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul – UNIJUÍ
  • Marli Dallagnol Frison Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul – UNIJUI
Palabras clave: Memória, Apropriação, Cultura, Teoria da Atividade

Resumen

Este texto é originário de um estudo sobre Teoria da Atividade, desenvolvido no Curso de Doutorado em Educação nas Ciências, a partir de teorizações de Alexis N. Leontiev. Investiga-se acerca do significado de cultura, de apropriação e de memória, através da análise de redações de vestibular de candidatos às licenciaturas da Universidade Regional do Noroeste do Estado do RS, buscando verificar de que conceitos os estudantes se apropriaram durante sua escolarização. O estudo foi realizado a partir da proposta que serviu como texto motivador e da análise de trechos, denominados “sequências discursivas”, de redações de vestibular. Resultados apontam que pouco foi acrescido de conhecimentos escolares para a escrita dos textos, fazendo com que os alunos reproduzissem trechos da proposta, acrescentando seus conhecimentos pessoais e sua cultura.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Referencias

IZQUIERDO, Iván. (2011). Memória. 2ª ed. Porto Alegre: Artmed.
(2010). A arte de esquecer. 2.ed. Rio de Janeiro: Vieira e Lent. (2006). Questões sobre memória. 3ª reimpressão, Porto Alegre: Unisinos.
LEONTIEV, Alex. (1978). O desenvolvimento do psiquismo. 1ª ed. – São Paulo: Moraes.
Publicado
2018-11-19
Cómo citar
Santos, R. da S., & Frison, M. D. (2018). 6A001 Cultura, memória e apropriação: um estudo a partir de produções textuais em situações avaliativas. Tecné Episteme Y Didaxis TED, (Extraordin), 1-6. Recuperado a partir de http://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/9052