1B115 A produção de saberes docentes articulada ao espaço e tempo do estágio

Marli Dallagnol Frison
Tamini Wyzykowski

Este estudo investigou sobre saberes docentes produzidos durante a elaboração e o desenvolvimento de propostas de ensino denominadas de Situações de Estudo (SE), e sobre mudanças nas ações de professores incluídos em processos que lhes permitem refletir na e sobre a própria prática. A pesquisa acompanhou professores de química em formação inicial durante a produção e o desenvolvimento de aulas no período de Estágio de Docência, sendo uma pesquisa-ação. Os dados foram organizados pela Análise Textual Discursiva (ATD) e interpretados com apoio de teóricos que tratam dos saberes docentes. Resultados indicam que a reflexão sobre práticas pedagógicas produzidas e desenvolvidas no estágio, quando acompanhadas pela pesquisa, favorecem a (re)significação e a produção de saberes docentes e apontam para a necessidade da criação desses espaços formativos no curso.

Frison, M. D., & Wyzykowski, T. (2018). 1B115 A produção de saberes docentes articulada ao espaço e tempo do estágio. Tecné Episteme Y Didaxis TED, (Extraordin). Recuperado a partir de http://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/8870
Alarcão, I. (2011). Professores reflexivos em uma escola reflexiva. São Paulo: Cortez.
Carr, W. e KEMMIS, S. (1988) Teoría crítica de la enseñanza: la investigación-acción en la formación del profesorado. Barcelona, Espanha: Martinez Rocca.
Contreras, J. D. (2002). A autonomia de professores. Tradução Sandra Trabucco Valenzuela. São Paulo: Cortez.
Frison, M. D. (2012). A produção de saberes docentes articulada à formação inicial de professores de química: implicações teórico-práticas na escola de nível Médio (Tese de Doutorado). UFRGS, POA.
Maldaner, O. A. (2007). A formação inicial e continuada de professores de química: professores/pesquisadores. Ijuí: Ed. Unijuí.
Maldaner, O. A. e Zanon, L. B. (2004). Situação de estudo: uma organização do ensino que extrapola a formação disciplinar em Ciências. In: Moraes, R.; Mancuso, R. (Orgs.). Educação em ciências – produção de currículos e formação de professores. Ijuí: Ed. Unijuí: 43-64.
Marques, M. O. (2003). Formação do profissional da educação. Ijuí: Ed. Unijuí.
Moraes, R. e Galiazzi, M. do C. (2011). Análise textual discursiva. Ijuí: Ed. Unijuí.
Stenhouse, L. (1991). La investigación del curriculum y el arte del profesor. Investigación en la escuela,15: 9-15.
Tardif, M. (2012). Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis, RJ: Vozes.
Zeichner, K. M. (2008). Uma análise crítica sobre a “reflexão” como conceito estruturante na formação docente. Revista Educação e Sociedade, 29(103): 535-554.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Article Details