1B036 O ciclo da experiência de Kelly: a utilização de jogos de Quiz na prática docente em Matemática

Ingrid Aline de Carvalho Ferrasa
Giane Correia Silva
Bruna Elise Sauer Leal
Awdry Feisser Miquelin

Objetivamos compreender de que maneira ocorre o processo de ensino-aprendizagem da Matemática, com a utilização de jogos do tipo quiz (de perguntas e respostas), segundo o ciclo da experiência de George Kelly, com estudantes do Ensino Fundamental II, de uma escola no Paraná – Brasil. Como estratégia de coleta de dados, as perguntas e respostas confeccionadas pelos estudantes se organizavam em cartões, dos quais eram trocados durante as partidas. Analisamos esses dados segundo a abordagem metodológica da Análise de Conteúdo e os resultados nos revelam que a dinâmica do jogo de quiz é facilmente construída e replicada pelos estudantes, por ser culturalmente praticada; e que o quiz potencializa o encontro, a confirmação e a revisão dos conhecimentos sistematizados em sala de aula, facilitando tanto o ensino, quanto a aprendizagem na relação professor e estudantes.

Ferrasa, I. A. de C., Silva, G. C., Leal, B. E. S., & Miquelin, A. F. (2018). 1B036 O ciclo da experiência de Kelly: a utilização de jogos de Quiz na prática docente em Matemática. Tecné Episteme Y Didaxis TED, (Extraordin). Recuperado a partir de http://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/8785
Bardin, L. (2011). Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, p. 229.
Brasil. (1998). Ministério da Educação. SEF. Parâmetros Curriculares Nacionais: matemática. Brasília: MEC. Disponível em:.
Costa, C. J. S. (2012). A importância do jogo no processo de ensino e aprendizagem de alunos com perturbação de hiperatividade e défice de atenção. 110f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Ed. em Domínio Cognitivo-Motor) ESED, Lisboa.
D'Ambrosio. B. S. (1993). Formação de Professores de Matemática para o Século XXI: o Grande Desafio. Pro-Posições. V. 4, nº1
Fiorentine, D.; Nacarato, A. M. (Org). (2005). Cultura, formação e desenvolvimento profissional de professores que ensinam matemática. São Paulo: Musa Editora.
Kelly, G. A. (1963). A theory of personality: the psychology of personal constructs. New York: Norton.
Moreira, M. A. (2014). Teorias de Aprendizagem. 2 ed. São Paulo: EPU.
Neves, R. F.; Leão, A. M. A.; Ferreira, H. S. (2012). A interação do ciclo da experiência de Kelly com o círculo hermenêutico-dialético para a construção de conceitos de Biologia. Ciência e Educação, v. 18, n. 2. p. 335.
Tardif, M.; Lessard, C.; Gauthier, C. (2001). Formação dos professores e contextos sociais. Trad. Emília Laura Seixas. Porto, Portugal: Rés.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Article Details